Ananda, do hit “Quero que Tu Vá”, prepara novo single após hiato de um ano

Quem não lembra do sucesso “Quero que Tu Vá”? O single, que estourou na Internet em 2018, tinha ingredientes peculiares: ele começava de forma lenta, se transformando com uma leve batida de funk, além disso, a voz cristalina de Ananda contrastava com o refrão repleto de palavrões. Agora após uma pausa de um ano, a cantora vai lançar um EP.

“Sereia” é o single que vai abrir alas para meu EP. Teremos cinco faixas lançadas, uma por mês com clipe e participações. Tô muito animada e disposta. Penso que tudo é da forma que tem que ser e esse é o meu momento”, conta a artista, que não esconde o entusiasmo.

O hiato na carreira, segundo Ananda, foi necessário. “Foi tudo muito novo pra mim. Eu não esperava a repercussão que a música teve. Ela foi a conhecimento internacional!! Eu nunca imaginara algo desse tipo. Fiquei muito feliz, mas me assustou um pouco. Eu precisava de um tempo pra entender o que estava acontecendo”, pondera.

O sucesso de “Quero que Tu Vá” foi inquestionável, tanto que recebeu certificado de platina. As cantoras Marília Mendonça, Luísa Sonza, o cantor Nego do Borel;, e vários influenciadores digitais foram alguns dos que, de forma espontânea, cantaram a música em suas redes sociais. Ananda temeu ficar marcada por marcada com os palavrões.

“Principalmente, porque se tratava de uma ‘música recado’. Então, obviamente, ficaram esperando mais músicas desse tipo de mim. Não que não haverão mais recados, até porque eles existem para serem dados, mas não sou só isso. Sou várias”, afirma ela, que diz que esta nova fase na carreira não representa uma nova Ananda.

“Tenho me preparado muito para o que está por vir. Só vou poder me apresentar de fato, com esse EP. O público vai conseguir me entender melhor quanto artista. A diferença é a verdade. Quando se tem verdade, tudo se torna diferente”.

A artista também relembra o inicio na carreira musical. Ela entrou no funk aconselhada por Mr. Catra e chegou a trabalhar com Batutinha, produtor que descobriu Anitta e Lexa.

“Comecei a cantar na igreja. Com 13 anos, era vocalista de uma banda de rock e entrei no funk por incentivo do Mr Catra, aos 19 anos. Depois me levaram num produtor que tinha acabado de descobrir um talento: Anitta. Era o batutinha. Gravei duas músicas, fiz alguns shows, mas o trabalho não fluiu legal por conta de dificuldades que meus empresários enfrentaram na época. Devido a tantas expectativas rompidas, eu me frustrei e resolvi parar. Comecei a fazer algo que sempre tive vontade: Jornalismo. E trabalhei nesse período com diversas atividades… vendi empadas, trabalhei em lojas, como estoquista, recepcionista… Até que o Mc Koringa me chamou até o estúdio dele para gravarmos algumas composições minhas em 2016, eram cinco faixas (nunca lançadas). Três anos depois, fizemos a ‘Quero que Tu Vá’. A música que de fato, me abriu portas”, recorda.