Austin Mahone: conversamos com o astro e ele quer voltar ao Brasil logo!

O cantor Austin Mahone teve uma carreira meteórica. Começou com vídeos no YouTube que renderam contrato com uma gravadora em 2012. Ele já teve participações com Flo Rida e Pitbull, chegando a fazer shows por todo o mundo. Em 2014 ele esteve no Brasil para shows da turnê do EP “The Secret”, lançado em janeiro daquele ano, com nove faixas. Entre elas, os sucessos “What About Love”, “Mmm, Yeah” e “Say You’re Just a Friend”.

Em 2019, o cantor voltou com tudo e já lançou duas músicas, que fazem parte de um álbum ainda sem data para ser lançado. Uma dessas, “Why Don’t We”, foi escrita pelo astro Charlie Puth. Neste ano ele também lançou “Anxious”, com clipe gravado em Miami. Nos próximos dias ele ainda lança uma nova faixa.

O Caderno Pop bateu um papo rápido com o cantor, direto de Los Angeles, pra falar sobre as expectativas para a nova fase e o que vem por aí.

Boa tarde, Austin (no Brasil eram 14h enquanto que em Los Angeles ainda era de manhã), estamos animados com as suas novas músicas. Você lançou duas novas neste ano e agora está com outra prestes a ser lançada, “Dancing with Nobody”. Está previsto um álbum ou por enquanto serão lançadas músicas esporádicas?

Oi, tudo bom com vocês? Então, por enquanto estamos lançando as novas músicas e os vídeos no YouTube, preparando um retorno. Quanto ao álbum, ainda não tenho ideia de quando deve sair, mas já tenho bastante coisa gravada, produzida e estou bem ansioso pra mostrar esse material pra vocês.

Conte um pouco do que você fez nesses últimos anos, antes desse retorno para a música.

Então, na verdade nos últimos dois anos eu não parei com a música. Tomei um tempo para descansar, mas ao mesmo tempo ficar em estúdio, produzir e gravar bastante coisa. Não fiquei parado nem um pouco.

Você começou bem cedo, aos 16 anos e agora tem 22. O que mudou no Austin Mahone nesses anos?

Acho que o que mudou, basicamente, é que, claro, eu cresci, amadureci, consegui aprender várias coisas. Com 16 anos eu talvez não tinha tanta maturidade, mas com o passar dos anos fui amadurecendo a forma como escrevia minhas músicas e acho que agora aos 22 é uma ótima época para recomeçar.

Suas músicas sempre são alegres, com mensagens positivas, sempre falando de amizade, amor, felicidade… Para o álbum a ser lançado, deve ter coisas mais românticas também?

Com certeza as músicas vão seguir a mesma vibe do que vocês estão ouvindo, com músicas dançantes, pras pessoas curtirem juntas, dançarem juntas, passar um bom tempo ouvindo e curtindo. São músicas com muita energia positiva, que transmitem felicidade.

Em 2014 você esteve no Brasil para alguns shows e na época disse que as fãs brasileiras gritavam mais que as americanas. Quando pretende voltar pra visitar, curtir, fazer shows?

Eu tenho muita saudade do Brasil e acredito, e espero, poder voltar logo. Não sei se esse ano, mas quero muito visitar, fazer shows, reencontar os fãs que são um dos melhores do mundo! Espero ver vocês muito em breve, Brasil!

Assista ao clipe de “Anxious”: