Bivolt lança pela Som Livre o primeiro álbum da carreira

Estilo, rimas, alto astral e muita garra formam a persona Bivolt. Cria da comunidade do Boqueirão-SP, Bárbara Bivolt é conhecida por ser uma das poucas mulheres a roubar a cena vencendo diversas batalhas de rap pelas cidades brasileiras. O primeiro álbum de sua carreira, intitulado “Bivolt”, apresenta ao público a dupla voltagem da artista. Composta por duas frequências, a primeira mostra o lado mais pop da cantora, com o estilo lovesong e um toque de R&B. Já o mood 220 revela sua origem vinda das batalhas de rap, a linguagem de rua, com rimas mais intensas e muita dança.

O lançamento do álbum vem acompanhado de uma inovação audiovisual. Pela primeira vez no mundo, vemos uma artista fazer um feat com ela mesma. As faixas ‘110v” e ‘220v’ foram criadas especialmente para apresentar os dois polos da cantora. Separadamente, músicas distintas. Mas quando o play é dado de forma simultânea, os beats se encontram e formam uma faixa inédita que apresenta os dois moods da rapper em perfeita sincronia. Uma experiência que fica ainda maior no Youtube, onde os dois clipes se completam não só musicalmente, mas também em suas narrativas. A concepção da experiência interativa e a campanha de lançamento são assinadas pela agência AKQA.

O álbum conta com 14 faixas, todas de autoria de Bivolt, com direção musical do Nave. As composições são baseadas em suas vivências e trazem uma bagagem de música urbana, reflexões sócio-políticas e relações amorosas. Entre as participações especiais estão Xenia França, Tasha & Tracie, Dada Yute, Jé Santiago e Lucas Boombeat. O álbum está disponível nas plataformas de música nesta sexta-feira (06), pela Som Livre.

Bivolt é a primeira mulher a integrar o casting de rap da Som Livre. Há 10 anos se faz presente com respeito no cenário da música e entre idas e vindas permanece compondo sons e espelhando suas vivências através da arte, trazendo o poder feminino para discussão em suas letras. Para alcançar o sonho de ser cantora, morou na rua por meses, passou por um conturbado e exposto relacionamento e descobriu na música sua maior superação.

Começou a quebrar barreiras ao ser a primeira rapper mulher a se apresentar na edição de 2017 do Rock in Rio, descoberta por um olheiro quando cantava na rua. Já coleciona parcerias com Azzy, Diomedes Chinaski, Luccas Carlos, Drik Barbosa e a dupla Carol & Vitória. Em 2019 assinou com a sua primeira gravadora, Som Livre, e lançou o single “Vista Loka”, com clipe gravado na comunidade do Boqueirão, em São Paulo, onde a rapper nasceu e foi criada. Em 2020 lança seu primeiro álbum da carreira, com 14 faixas, intitulado “Bivolt”. Bárbara e Bivolt caminham juntas para que suas vozes sejam escutadas e nutrem o desejo de fortalecer o espaço feminino no cenário do rap.

Ouça: