“Espírito Perdido”: autor brasileiro P.J. Maia apresenta mapa do seu livro de fantasia e teaser vídeo

Para entender um pouco melhor do mundo de fantasia criada pelo escritor brasileiro P. J. Maia, no livro “Espírito Perdido” (The Missing Spirit), apresentamos para vocês a arte do mapa deste novo lugar nominado por homens das cavernas e seres divinos, que você está prestes a embarcar.

Outra novidade é o primeiro teaser vídeo do livro, que de forma animada apresenta um pouco da obra que já está disponível para venda nos Estados Unidos e chegará às livrarias brasileiras no próximo dia 04 de maio.

Voltado para o público jovem adulto, o livro “Espírito Perdido” se passa numa era remota, quando o planeta Terra era povoado por homens das cavernas e seres divinos. É nesta pré-história mística que conhecemos Keana, uma refugiada humana criada longe de sua tribo. No reino fugaz de Divagar, deuses e deusas desfrutam de luxo e vida eterna, às custas dos humanos comuns. Não conhecem fome, perigo ou morte, trancafiados num paraíso ensolarado.

Numa tentativa desesperada de se tornar divina e ser finalmente igual aos demais, Keana burla todas as regras e acaba trazendo a morte para o reino. Ameaçados com a perda de seus privilégios, os deuses percebem que precisarão fazer sacrifícios para permanecerem imortais e no controle da Terra. Mesmo que o sacrifício seja a vida da garota.

P. J. Maia lança sua primeira obra com os olhos no mercado global de literatura fantástica; o livro foi originalmente escrito em inglês com o título The Missing Spirit, e foi publicado na Amazon.com no dia 1º de março, em versão impressa e eBook. No dia 04 de maio, o livro chegará as livrarias brasileiras em uma versão traduzida para o português por Robson Falcheti Peixoto e com a arte da capa criada pelo ilustrador argentino Nico Lassalle.

“Falo inglês desde criança e morei um bom tempo nos EUA. Foi uma professora americana de literatura quem me percebeu como escritor pela primeira vez, então escrever ficção em inglês acabou se tornando instintivo a partir dali. Como ‘Espírito Perdido’ se passa na Idade da Pedra, não é uma história que se aproxima mais de uma nacionalidade ou de outra; é uma história sobre a humanidade. Além disso, a ideia de atingir um número maior de leitores com o inglês me pareceu um ponto positivo. Hoje moro no Brasil e tenho minha vida aqui, então acho importante ter uma versão em português disponível para os leitores do meu país.” – P. J. Maia.

SINOPSE OFICIAL
Há duzentos mil anos, várias espécies proto-humanas vagavam pela Terra. Entre elas, uma não foi documentada: os Divinos. Esse povo imortal tinha dons e habilidades fenomenais, alimentados por um mineral misterioso remanescente de um asteroide conhecido como pedrazul.
Espírito Perdido começa num momento em que a sociedade Divina se tornou altamente sofisticada, enquanto os povos selvagens do mundo exterior ainda lutam para fazer fogo, caçar gigantes lanosos e sobreviver a uma árdua Era do Gelo.
Vivendo em Lúmen, coração da civilização Divina, KEANA MILFORT é uma garota de quinze anos que sempre foi diferente. Sua pele negra descorada e seus cabelos e olhos cor de mel são lembretes dolorosos de sua herança desconhecida. Mas agora, à beira da idade adulta, outra coisa fez com que se destacasse: todos da sua idade receberam um convite para se candidatar à LÚMEN ACADEMIA. Todos menos ela. O evento de transição é o momento em que os jovens descobrem se receberão seus próprios poderes sobrenaturais ou se serão dispensados e forçados a entrar para a desprezível categoria de REGULAR.
Frustrada por não receber um convite, a jovem não consegue se conformar com um destino angustiante como regular e decide agir. Mas se Keana conseguir trazer à luz sua herança proibida, os Divinos poderão ter de fazer sacrifícios para proteger seus poderes, seu privilégio e sua imortalidade. Mesmo que esse sacrifício seja a vida dela.

CRÍTICAS INTERNACIONAIS
“Uma introdução valiosa a um grande mundo, com personagens ricos, profundos, que deve atrair os leitores às continuações”. – KIRKUS REVIEWS

“A criatividade despejada nesta intensa história fica evidente a cada página deste exemplar fascinante do gênero, mostrando que Maia é uma força a ser reconhecida”. – SELF-PUBLISHING REVIEW

“Com ESPÍRITO PERDIDO, P. J. Maia cria com sucesso a base de uma nova série em potencial, agradando leitores com personagens fáceis de gostar, novos mundos e tramas costuradas de forma complexa”. – INDIE READER

SOBRE O AUTOR

PAULO JOSÉ MAIA nasceu em 1986, em Campo Grande – MS. É filho de mãe engenheira e pai empresário, e tem um irmão mais velho artista plástico. Quando criança, era fascinado por idiomas e fábulas fantásticas. Aos 15 anos, já fluente em inglês, foi morar nos Estados Unidos, onde seus colegas apelidaram-no de P. J. (apelido que emprega até hoje). Sob a recomendação de sua professora de inglês em Sioux Falls, Dakota do Sul, P. J. entrou na Associação de Escritores de sua escola. Mais tarde, se formou em Rádio & TV na Fundação Armando Álvares Penteado em São Paulo e se mudou para Nova York, onde estudou roteiro de cinema na NYU e começou uma carreira como produtor audiovisual. Desde então, vive entre dois mundos, criando aventuras em sua mente.

Veja o teaser: