Fenômeno da internet, Taby lança “Equilibradinho”; confira entrevista

Foto: Roberta Cavalcanti Boros

A cantora Taby, que com apenas 13 anos é um fenômeno entre o público infanto-juvenil, lança hoje (13) seu novo single, a animada “Equilibradinho”, pela Warner Music Brasil. A faixa – que também ganha um clipe dirigido por Mateus Rigola (“Hoje a Noite é Nossa”, de Larissa Manoela e “Minha Fé”, de Mharessa e Pedro Thomé), é o quinto single da jovem cantora e o segundo lançado pela Warner.

“Estou muito feliz em lançar ‘Equilibradinho’”, comenta Taby. “É uma música super divertida que tem uma coreografia muito legal, estou super curiosa para ver os vídeos da galera dançando no TikTok e no Instagram!” finaliza.

Fenômeno nas redes sociais (só no Instagram são mais de 2 milhões de seguidores) e dona de um sucesso estrondoso com o público infantil e adolescente, Taby começou a consolidar a carreira profissional em meados de 2016, quando se apresentou em um dos maiores teatros da capital paulista, integrando o elenco do musical “Les Miserables”, um dos mais vistos do mundo, nos papéis de Pequena Eponine e da filha de camponeses.

Em 2018, lançou o seu primeiro single como cantora, “Pega Pega”, que em poucas semanas virou febre entre as crianças. Os vídeos de suas músicas “Pega Pega”, “Tapinha”, “Travadinha” e “Tibum” (lançados entre 2018 e 2019) acumulam mais de 70 milhões de visualizações no YouTube. Em janeiro/2020, a jovem lançou seu primeiro feat, da música “Pipoca”, com a cantora e dançarina Lore Improtta, cujo clipe já conta com mais de 3.1 milhões de views no YouTube um mês após o seu lançamento.

Para 2020, Taby planeja realizar sua primeira turnê, que promete passar por diversas cidades brasileiras.

Confira entrevista:

Ano passado você assinou com a Warner, o que te ajudou a consolidar sua carreira, que já era um sucesso. De lá pra cá você lançou dois singles. Mas ao todo já são cinco singles e só com 13 anos você já tem mais views e streams que muito artista com uma estrada bem longa. “Equilibradinho” tá chegando pra aumentar ainda mais esses números. Conta pra gente como você vê esse poder da internet.

Eu acho que o poder da internet é muito incrível e muito rápido. Fico impressionada com o poder da internet. Tipo, de tudo que tá acontecendo e tem acontecido comigo, de como todos os meus fãs e todas as pessoas decoram as músicas que eu lanço e dividem esse carinho comigo.

A gente tava sentindo falta de artistas-mirins – pra quem é mais velho como eu a gente tinha Sandy & Junior, Balão Mágico – e você chegou pra conquistar essa turma mais nova. Os seus shows, eventos e por onde você passa é uma multidão que vai atrás e fazia tempo que eu não via isso. E a gente percebe que você é muito atenciosa com os seus fãs. Você já chegou a atender quantos fãs num dia? Teve alguma situação engraçada nessas “muvucas” todas?

O número exato de quantas pessoas eu atendi num dia, recebi num dia, eu sinceramente não sei, mas eu sempre procuro atender todo mundo que vai me encontrar, tirar foto comigo, pra ver meu show… mas de show assim que eu sei que tava me assistindo, foram mais de 8 mil crianças. E nesse show foi onde aconteceu uma coisa muito engraçada, que foi uma mãe que queria que eu tirasse foto com a filha dela. Só que como não tinha uma fila, eu pegava o telefone da criança e tirava uma foto, a mãe ficava me cutucando e eu ficava tremento. Então todas as fotos que eu tava com as crianças, parecia que eu tava saindo tremida de tanto que ela me cutucou. Depois tirei foto com a filha dela e ela ficou muito feliz.

No começo do ano você fez seu primeiro feat, com a Lore Improta. Quais outros artistas você gostaria de trabalhar junto?

Eu gosto muito do trabalho da Lexa e da Anitta, então eu acho que faria um feat com as duas. A Ludmilla… todas as funkeiras eu sou apaixonada, então todas, mas principalmente a Lexa, porque eu amo muito o ritmo das músicas dela, muito dançante.

Você já fez alguns trabalhos de adaptações de espetáculos da Broadway e dublagens. Dá tempo de continuar com esses trabalhos ou agora é dedicação total para a música?

Eu continuo sim, fazendo dublagens. Eu amo muito fazer, mas futuramente pretendo focr na minha carreira de cantora. Sobre os espetáculos, eu parei de fazer os musicais e tudo mais, mas diz aí que “Matilda” vem pro Brasil e esse sim eu vou querer fazer. Acho uma história incrível.

Agora tem o TikTok, que é outra febre no Brasil e no mundo. Como tá sendo pra você lançar os vídeos por lá? Hoje qual rede social você gosta mais de interagir com seus fãs?

O TikTok eu uso mais pra brincar, com meus amigos, passar um tempo, porque eu acho legal as dancinhas. O aplicativo que eu mais uso prainteragir com meus fãs é o Instagram, que eu respondo pelo direct, interajo com meus fãs. O TikTok é mais pra brincadeira.

Ouça “Equilibradinho”:

%d blogueiros gostam disto: