Apostas de novembro: conheça as descobertas musicais do Caderno Pop

Em parceria com a plataforma Groover, o Caderno Pop divulga mensalmente as listas com as principais apostas musicais e desta vez chegou a hora de conhecer as novidades de novembro. Confira alguns dos destaques. Lembrando que a lista terá atualizações durante o mês para a inclusão das novidades.

Saturnina

Saturnina é um projeto musical desenvolvido por Mia Blun e André Garotti nesses tempos sombrios e solitários. A música “Gato Preto” é o primeiro single, lançado no Halloween, sendo faixa integrante do EP de estreia do projeto intitulado de “Melancolia Por Diversão?” É um som saturno, soturno, envolvente e melancólico, porém a melancolia desses músicos serve para mostrar que ainda estão vivos mesmo depois de tanto tempo isolados e lutando contra a depressão. Não é mais um devaneio lírico ou um poema em páginas soltas, mas sim a história de dois músicos de Brasília/DF que se uniram pelas ondas de Tesla, saindo dessa inércia coletiva com os sons saturnianos. “Gato Preto” foi composta por Mia Blun (vocalista, compositora, gaitista e guitarrista) e conta a história de uma feiticeira da era vitoriana que morreu, mas que por um erro do céu retorna ao mundo dos vivos em 2021.

Maielle

De Florianópolis/SC, Maielle lança seu segundo single, “Malabarista”. “Eu e meu produtor Davi Carturani, que foi quem descobriu o Bryan Behr, escrevemos juntos “Malabarista”, que fala do comportamento que tantos jovens têm de ficar fazendo mil coisas ao mesmo tempo em busca de amor e validação. A gente se preocupou em trazer ritmos diferentes pra essa narrativa, brincando com a estética de filmes antigos e os beats de músicas atuais”, conta.

Jaque Santtos

A cantora Jaque Santtos é uma das descobertas de novembro com a faixa “Desabafo”. Ela escreveu a música em 2019 porque tinha ansiedade e depressão. “Meu marido (Ricardo Bess) sugeriu colocar tudo o que eu sentia em uma música, então eu fiz! 2020 veio com uma pandemia e milhares de pessoas passando por muito sofrimento, e me lembrei dessa música”, contou. A artista decidiu que esse seria seu primeiro lançamento. “Por se tratar de uma letra extremamente pessoal, cheia de história e verdade, é uma música que cria uma grande conexão com as pessoas, principalmente nos dias de hoje quando é muito difícil encontrar alguém que esteja 100% bem. Todos nós passamos por momentos difíceis e essa música é uma grande explosão de todo o sofrimento de todas as pessoas.
Não é fácil, chorar não é errado, sentir cansaço é natural. Mas sim, tudo pode ser melhor”.

Klezmhear

Da França, Klezmhear apresenta como novo single “Türkische Suite”, extraída do álbum “Etz Haïm”. “Esta peça é uma composição que mistura as nossas influências orientais com a música klezmer”, conta. O restante do álbum traz composições que navegam entre klezmer, jazz, world e música clássica, além de arranjos de faixas tradicionais. Ouça o álbum:

Patrick Ussher

Patrick Ussher é um compositor autodidata de Dublin, Irlanda. Totalmente criada “de ouvido”, sua música é caracterizada por melodias simples, sinceras e emotivas. Com formação acadêmica, ele também é autor de livros sobre filosofia e saúde, mas seu verdadeiro amor desde a infância sempre foi compor música. Conheça “A New Dawn”:

Tito

O italiano Tito se inspirou em grandes compositores de seu país e escreveu “Come Vetro”, uma das nossas descobertas de novembro no Caderno Pop. Conheça:

Keith Doubleo

Dos EUA, a artista lança “Ice Cream”, com Kai Rose. Em declaração, a artista conta que: “Esta faixa acabou de se juntar organicamente. Eu e minha amiga Heidi Olsen estávamos brincando com conceitos e melodias no estúdio. Nós criamos “Ice Cream”, sorvete em português, com o tema de um dia quente de verão. Queríamos fazer algo que fosse sexy e diferente de tudo que já lancei. A faixa inteira foi construída desde as primeiras teclas do piano até o último bumbo. Nós amamos a faixa original, mas estávamos tendo problemas para fazer algumas das letras fazerem sentido. Também achamos que a produção era simples demais. Acabei indo de Seattle para Atlanta e me conectei com meu engenheiro / produtor DJ Ronnytek e ele reforçou a pista. Bateria forte e melodias subjacentes legais. Heidi não estava sentindo tanto. Ela gostou, mas sentiu que mudou todo o clima. Então ela sugeriu que eu tentasse conseguir outro cantor e compositor para ver o que eles podiam fazer. Então liguei para minha amiga Kai Rose. Eu amei o salto que ela deu e fez com que cada palavra se ligasse e fizesse sentido. Esta agora é minha música favorita. Não apenas porque parece ótimo, mas me empurrou para fora da minha caixa criativa. Eu sinto que isso empurrou todos nós criativamente”, comemora.

Logã

“Te Perdi Pra SP” faz parte do EP pandêmico “Vai Nessa”, que já tem 4 faixas disponíveis e terá lançamentos até abril de 2022. A canção apesar de falar de um término de relação, faz isso de maneira sensual em um diálogo entre o casal. “Nesta música eu retrato uma ‘virada de página’. E para deixar tudo com uma atmosfera um tanto sensual, a cantora Carol Dytz trouxe uma essência super doce e feminina, tornando a canção em um quase-flerte”, relata Logã. Confira:

Sakura Ryoko

Tem música eletrônica na área: Sakura Ryoko, um dos poucos produtores, artistas e DJs transgêneros da música EDM. Ele trabalha principalmente nos gêneros Future House / Future Bass / Moombahton, “mas esteja ciente de que muitas plataformas não entendem alguns desses gêneros”. O arista cona que é um aluno por meio de seus cursos de treinamento da Beat Academy desde o início de 2020. “Meus objetivos são soar ao longo das linhas de, e não estarei terminando aí e abrindo meu próprio caminho”. Sucesso! Confira “Queen of the Sun (Remix) (& Abohov)”.

Rafa!

Sabe aquele reggae, pop, que te faz viajar? Vem curtir “Manhãs Azuis”, do Rafa!, que é de Caeté, berço da Serra da Piedade, em Minas Gerais. A faixa é o segundo single que integrará o álbum “Pés no chão”, com lançamento previsto para agosto de 2022. “A música traz uma atmosfera de leve nostalgia e uma mensagem sobre o amor às coisas simples da vida. Suas camadas de reggae e pop geram o clima animado de uma manhã amena e feliz, na qual acordamos prontos para receber a dádiva de mais um dia na Terra. Procuro por novos caminhos para esse som, de modo que sua mensagem possa chegar a todo o Brasil. Quero consolidar minha carreira e encontrar parcerias que possam me levar ao reconhecimento nacional”, conta.

Lado de Cá

O duo “Lado de Cá” foi criado em 2018 pelos músicos e amigos Daniel Perotta e Leandro Costa, que iniciaram a carreira musical anos atrás compondo suas primeiras músicas juntos. Atualmente o duo está divulgando seu primeiro álbum, que sai ano que vem, produzido por Jeff Pina e com 8 faixas: “Quando Amanhecer”, “Até Clarear” e “Mistério” são os primeiros singles. Mais dois serão lançados ainda em 2021 e o restante no início de 2022 quando a dupla libera mais 3 singles que serão compactados em um disco. Ouça “Quando Amanhecer”:

THUNDERCLAP!

Atenção! Preparem-se para esta viagem junto ao cantor e compositor canadense THUNDERCLAP!. Com mais de 30 anos de carreira, ele escreve canções desde os 13. Originalmente da região de Niágara, ele se tornou um artista internacional tocando em Lyon, Paris, Berlim, Londres e outros lugares na Europa e América do Norte. Agora, ele apresenta seu novo single, “Epidemication”. “Não lancei nenhuma música publicamente desde 2015, então meu principal objetivo com essa faixa é me reintegrar aos olhos do público. Esta música é divertida, eclética e rápida, com uma vibração experimental e surf rock. O objetivo era capturar o caos, o estresse e a confusão que a pandemia causou em nossas vidas diárias”, conta. Bora curtir?

SAIL

O venezuelano SAIL divulgou recentemente seu novo single, “A Beautiful Crime (Love Story Part 3)”. Segundo o artista, a criação dessa música começou quando teve a oportunidade de gravar 9 canções, mas precisava de algo diferente do seu estilo pop/rock, “então decidi criar uma música diferente, sobrepondo a base rítmica da bateria com as guitarras acústicas, sobre trompetes poderosos e saxofones se entrelaçam com muitos arranjos vocais, em uma melodia aparentemente simples, mas cativante acima de uma composição muito complexa”. Conheça:

Paul R

O francês Paul R chega com “Life Finds a Way”, a primeira faixa que lançou como artista solo. Sendo um amante da música e cinéfilo, esta faixa é a combinação das suas duas paixões tanto na estética sonora como visual. “Esta é a faixa que fecha meu primeiro EP de 5 faixas “One Step Beyond Logic”, que será lançado em 6 de dezembro.

Class Vee

Class Vee, cantora, compositora e produtora americana com uma vibe retrô em seu estilo musical, lançou seu novo single, “IDK Why”. Seu estilo de escrita é poético e pretende se conectar com as pessoas. Ela fazia parte da banda Soltrio, que acabou se desfazendo e agora Class Vee segue em carreira solo. “Gosto de escrever sobre coisas relacionáveis. E, neste caso, essa música é sobre namoro online e como isso tende a decepcionar. E como, às vezes, você simplesmente não está pronto para se colocar lá fora. Tenho alguns estilos diferentes de música”, relata.

Soy Dignelson

Rodrigo Fontoura de Oliveira, o Soy Dignelson, lançou em setembro o single “Gratidão”. Segundo ele, a música foi feita no dia do seu aniversário ano passado, “depois de muitos anos odiando e ficando triste nessa data”. O artista disse que resolveu mudar o pensamento e começar a agradecer. “Compus e levei pro meu produtor, o Dudoncio Records, onde encontramos na melodia o nível de melancolia que ela pedia porém o brilho do sentimento de estar grato pela vida, o longo período que passei com depressão me fez enxergar na gratidão um alívio pra dor”.

Magon

O produtor israelense, mas que vive atualmente em Paris, Magon, acaba de lançar o novo single “Egyptian Music”, que faz parte de seu próximo álbum, que sai em dezembro. O clipe mistura animação com imagens em preto e branco, em uma viagem musical. Confira:

Rfazer

Q’M, uma nova gravadora musical, apresenta Rfazer, uma jovem artista e performer com um caráter assertivo, ávida por transmitir mensagens ligadas à sua geração. Confira “Poison”.

Kekko Fornarelli

O italiano Kekko Fernarelli chega com “Antropoconece”, uma jornada introspectiva e criativa, na qual ele observa o ser humano e sua relação com seu mundo aparentemente perfeito. “É uma perfeição que mostra, no entanto, todos os seus limites e danos. Uma harmonia que atingiu seu limite. Um mundo à primeira vista lindo, feito à medida, ideal, mas que esconde toda a sua fragilidade, range, como se estivesse à beira da autodestruição. O ser humano experimenta os reflexos de sua presença devastadora, inconsciente e quase impassível. Ele vive sua vida ignorando que agora está em um ponto sem volta”, conta. O artista, por outro lado, compreende uma situação diferente, de crise, de quebra do equilíbrio, onde até mesmo uma flor cortada de seu caule pode indicar o início do fim.

Stolt

O francês Stolt traz um forte som Viking na poderosa “Tainted Boy”, que segundo ele “é sobre uma questão simples: de onde viemos?”. A música é parte do álbum “Sword”, lançado em novembro. Confira:

Sevenfalls

A banda catarinense Sevenfalls chega com o single “Coming Back”, que segundo os artistas “é suave e achamos que ela poderia ser ouvida por qualquer pessoa e em qualquer lugar”. Bora dar o play?

Nathan Breves

O mineiro Nathan Breves lançou em novembro “Tô bem. (Nem tô, mas vou ficar)”, que ele escreveu sobre ansiedade e recentemente alcançou milhares de visualizações nas redes sociais.

Kwoon

O francês Kwoon mandou sua guitarra pro espaço e lançou o maravilhoso vídeo de “Stratosfear”. Vale a pena conhecer.

Metò

Metò é um multi-instrumentista, cantor, compositor e produtor que vive na cidade de Quebec, e se move através de uma infinidade de tons e texturas em suas composições musicais. Como seu pai ficou gravemente doente em 2019 e teve que ser cuidado até seu falecimento, Metò decidiu adiar sua realidade em melodias triunfantes de epifanias romantizadas. De seu quarto e do porão de um amigo, ele costurou organicamente uma túnica de som para produzir seu primeiro EP, “Alstroemeria”. Recentemente ele lançou o single “Not Mine” em uma live session. Confira.

Kjetil landsgard

O canadense Kjetil landsgard lançou seu primeiro álbum em 2014 e traz uma mistura de hip-hop, rap, pop e rock punk. Recentemente ele apresentou duas canções, “Will Behaves” e “Fallen Leaves”, que vocês conferem aqui nas nossas descobertas de novembro.

Ratel C

Vinda do mundo das artes plásticas, foi pintora, se formou em corais na França, Dinamarca e em Berlim, desta vez na ópera. Ratel C é uma artista que precisa ser ouvida. Ela apresenta o single “La Mule”, que a artista define como “curta, dark, vulgar, pontuada por guitarras saturadas e uma batida pesada – e fala, sem nunca nomeá-las, sobre doenças genéticas e deficiências”.

Dez Franco

“Dime Chica” é uma das faixas que representam o multicultural artista estadunidense Dez Franco. Incorporando sua marca “mixto”, Dez Franco orgulhosamente combina suas influências da salsa e da bachata nesta versão única de um sucesso de dança reggaeton. Ao cantar em espanglês, Dez Franco permite que outras pessoas entrem em sua mente como um latino de primeira geração nos Estados Unidos. “Dime Chica” foi gravada em Austin TX, Hoboken NJ e Santa Monica CA.

Willow Woodward

Com uma voz poderosa, WIllow Woodward lançou o EP “Daybreak”. Com apenas 18 anos, ela alcançou objetivos de carreira com os quais muitos músicos sempre sonham. Seu single, “For the Love”, alcançou a posição 122 na parada de rádio digital Global Top 200 e teve grande rotação nos EUA na iHeart Radio, a maior emissora de rádio do país. Seu single “Superman” foi ouvido por uma audiência de mais de 1,4 milhão em rádios digitais. Seu álbum de estreia, “Hideaway”, foi tocado em mais de 580 mil rádios em 41 países ao redor do mundo. Mais recentemente, Willow colaborou com um elenco de estrelas de Nashville para criar seu aguardado EP, “Daybreak”, que você confere aqui. Dá uma olhada no time: Smith Curry, que gravou com Taylor Swift e Jason Aldean, adicionou seu som de pedal de aço característico ao disco. Craig Wilson, também um veterano da órbita de Taylor Swift, contribuiu com um trabalho de guitarra evocativo e temperamental. O tecladista estelar de Maggie Rogers, Micah Snow, elevou a textura da música. O lançamento termina com um remix impressionante de “Fade”, o single do álbum, mixado por Kyle Puccia, o gênio co-escritor e produtor por trás do hit número 1 de Kygo, “Kids in Love”. “Quando chegou a hora de gravar as músicas, meu sonho era seguir a inspiração original para a música e trazê-la à vida com músicos country. Eu me sinto incrivelmente sortudo e humilde por ter realizado esse sonho colaborando com um elenco de estrelas de músicos geniais de Nashville cujo trabalho anterior com Taylor Swift e Maggie Rogers eu tanto admiro. Eles inspiraram todas as cores da manhã nas faixas, apoiando e elevando as letras em um som evocativo perfeito”, disse a artista.

Maria Karakusheva

Ela tem mais de 25 mil horas tocando piano clássico, alguns concursos internacionais vencidos e mais de 100 concertos como instrumentista. Compôs 4 álbuns, 6 shows ao vivo e 3 trilhas sonoras de filmes. Muito famosa na Bulgária, a artista agora busca expandir seu talento para o mundo. Recentemente ela lançou “Lagrange Points”, que vocês conferem aqui.

Emy Taliana

A cantora franco-canadense Emy Taliana lançou o álbum “Everything is Love”, gravado por meio de um crowdfunding, ou, naquinha virtual. O disco traz 13 cançõs entre elas “Sometimes I Miss Her”, que segundo a artista, é sua primeira música usando o pronome “ela”. “Foi tão bom finalmente escrever como eu verdadeiro e me curar através da música, como sempre”, relata.

Max Kelm

O artista alemão Max Kelm lançou neste ano “With You In My Arms”, uma canção apenas com piano criada para a terceira temporada da websérie “Kuntergrau”. Ele está prestes a iniciar um projeto solo e já começou bem com a nova composição. Ouça aqui!

%d blogueiros gostam disto: