Às vésperas do Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, VENVS lança álbum “Sinergia”

VENVS_Easy-Resize.com

Imagine a história de uma pessoa que se encontra perdida, que não se reconhece, está em conflito interno e então, ela inicia sua busca pelo autoconhecimento, descobre cada medo e como superá-lo, encontra o amor próprio e, finalmente, se vê pronta para abrir o coração e encontrar o amor no outro. Agora, imagine essa história sendo contada capítulo por capítulo de forma sensível e verdadeira embalada em melodias tocantes, este é o resultado do álbum “Sinergia” do duo VENVS que chega a todos aplicativos de música na sexta-feira, 28 de agosto, véspera do Dia Nacional da Visibilidade Lésbica.

“A gente vem trabalhando juntas já faz tempo, mas esse projeto foi 100% intenso e vindo de dentro de nós, mergulhando dentro do nosso eu, separadamente, e como um casal, com todas as inseguranças, dificuldades, enfim, passamos por todos os processos que poderíamos passar”, conta o duo ao Caderno Pop.

Elas contam ainda que a cada dia aprendem mais uma com a outra: “Quando uma não tá conseguindo fazer uma coisa, a outra vai lá e faz, então a gente é um puta de um time. Esse álbum inteiro, a gente escreveu as letras, compôs as músicas, gravou as vozes dentro de casa, fez os roteiros dos clipes, filmou, dirigiu, editou, coloriu e a gente tem uma equipe linda de marketing digital, assessoria de imprensa”, completam.

“Quando a gente começou a cantar, nosso sonho era fazer as pessoas se sentirem como a gente se sente, escutando a banda favorita. Se eu chegasse agora e visse minha banda favorita na minha frente, eu falaria que eles salvaram minha vida. Nossas fãs se abriram, lemos coisas lindas, incríveis, a gente é um duo novo, recém-nascido e ler coisas lindas, como fomos a melhor coisa que aconteceu nas vidas delas, sobre falar de assuntos da vida. A gente não poderia estar mais orgulhosa da mensagem que temos passado pra quem acompanha a gente de verdade. A gente quer passar o ser mais verdadeiro possível, porque a gente teve que se esconder tanto nessa vida e chega, tá na hora de falar sobre tudo”, acrescentam.

Com composições autorais e produção completa de Jeff Pina, “Sinergia” traz as experiências individuais de Elektra e Evie como a ansiedade, depressão, saúde mental e amor. Ao longo das faixas o duo encontra uma maneira de conectar suas histórias particulares em uma só, somando energias por meio do amor e da forte ligação que as une. Todo o projeto exalta o amor em todas suas formas, fazendo de sua data de lançamento ainda mais importante e representativa.

Junto ao álbum, o duo também divulgou mais quatro músicas inéditas, incluindo a que dá nome ao projeto, “Sinergia”, “Sombras”, “Mora em Mim”, e a parceria com Georgia Castro, “Inteira”, além da já lançada “Contando os Dias” que se unem a “Reflexo”, “Proibido”, “Chega Perto Não” e “Metade” que completam o álbum. 

Na parte visual produzida, gravada e editada pelo próprio duo, o projeto traz três capítulos que conversam entre si. A primeira parte inicia-se em “Reflexo” que explora todas essas incertezas e caminhos de auto descoberta como a solidão de uma estrada vazia, a visão ao se olhar no espelho, a dança que liga o corpo a alma, com cada detalhe de imagem, desde as cores da paisagem até as expressões do duo, ligando a uma jornada interna e se conectando com a letra. 

O segundo capítulo é apresentado em “Chega Perto Não”, que aborda o momento de solitude em meio a uma cachoeira, onde é possível se conectar de forma mais profunda com seu interior. Já o capítulo final foi retratado em “Metade” quando as barreiras internas se rompem e é finalmente o momento de encontrar e viver um amor, sendo o único clipe do projeto- até o momento- que traz as cantoras- e namoradas- juntas, contracenando de forma íntima.

“O álbum “Sinergia” é o projeto mais denso, vulnerável e importante que já fiz em toda a minha vida, é uma imersão em metáforas que descrevem os nossos sentimentos mais profundos. Estou extremamente feliz com o resultado final dessa jornada linda que começou durante a quarentena! Fizemos tudo nesse processo de isolamento e isso fez com que a gente entendesse realmente o que somos capazes de produzir! Muito ansiosa pra ver o feedback”, conta Evie Dee.

“Este é o começo de uma história linda que pretendemos trilhar, colocamos todo nosso coração e esforço nesse álbum, espero que as pessoas se identifiquem de alguma forma e vivam essa história junto com a gente! É um álbum 100% de experiências pessoais e que nos aproximou muito mais, não só como duo mas principalmente como um casal”, completa Elektra.

Ouça:

%d blogueiros gostam disto: