DJ Zullu lança o single “On pra Putaria, Off pro Amor”, feat com MC Jacaré

Cópia de DJ ZULLU - Divulgação8 - Créditos_RaphaelMesquita_Easy-Resize.com
Foto: Raphael Mesquita

DJ Zullu, um dos mais importantes e respeitados nomes do funk carioca, lança hoje (22) seu novo single em todas as plataformas digitais: “On pra Putaria, Off pro Amor”, um feat com o goiano MC Jacaré, responsável pelos hits “Pra Melhorar Meu Dia” (que chegou a entrar na lista das 50 Virais do Mundo no Spotify), “Comprei um Lança” e “Senta no Fazendeiro”. O artista, com apenas 17 anos, já tem mais de 4 milhões de ouvintes apenas no Spotify e seus vídeos já foram assistidos mais de 74 milhões de vezes apenas no YouTube. “On pra Putaria, Off pro Amor” foi composta por Zullu, Umberto Tavares e Jefferson Junior, com produção musical da U.M.Music e DJ Zullu e distribuída pela Ingrooves Brazil. A faixa vem acompanhada de um lyric vídeo, que será lançado no YouTube em breve.

Ouça aqui.

“‘On pra Putaria, Off pro Amor’ era para ter sido o meu primeiro single como cantor”, conta Zullu. “Acabamos deixando esse lançamento para depois, e nesse meio tempo conheci o trabalho do Jacaré, que eu curti muito. Entrei em contato com ele e sugeri a parceria, nos conhecemos e ele topou gravar comigo. Acredito muito nessa música, é o meu primeiro lançamento de 2021 e acho que vai agradar muito os solteiros”, se diverte.

DJ Zullu acumula números impressionantes nas plataformas digitais: são mais de 13 milhões de visualizações de seus vídeos em seu canal oficial no YouTube e mais de meio milhão de ouvintes mensais no Spotify. Seu single “Eu Não Vou Embora”, parceria com Anitta e MC G15, já acumula mais de 23 milhões de streams na plataforma desde seu lançamento. Já “Pitbullzando Loratcho Bradock”, feat com o MC Kevin O Chris, já passou dos 9 milhões de streams. Seu feat com a cantora Flay, “Quadrilha das Bandidas”, já ultrapassa os 700 mil streams apenas no Spotify. Recentemente lançou o seu primeiro single internacional, “Sacanagem”, parceria com o fenômeno do trap argentino Khea e Preto Show, o maior nome da música angolana da atualidade.

Nascido e criado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Ruan de Oliveira Ferreira (DJ Zullu), de 20 anos, começou sua carreira despretensiosamente. Autodidata, ele começou a se interessar por música quando um amigo virou DJ.

Aos 11 anos, mostrou seus dons musicais pela primeira vez e já chamou atenção de quem trabalhava na área e com 13 anos, passou a ajudar o MC Roba Cena em seu estúdio de produção. Alguns anos depois, teve sua primeira oportunidade para tocar como DJ em bailes pequenos da região, e chamou a atenção de um amigo, que atraído por sua performance diferenciada nos palcos, postou um vídeo do DJ, fazendo com que o mesmo viralizasse. Em função disso, Zullu caiu nas graças do público e de famosos como os jogadores Vinícius Jr. e Lucas Paquetá. Já estourado, DJ Zullu passou a fazer de 30 a 40 shows por mês e, em junho de 2018, se apresentou no palco principal do Rock in Rio Lisboa, em Portugal, fazendo uma participação no show da cantora Anitta.

Meses depois, lançou sua primeira música composta e produzida por ele, “Eu Não Vou Embora”, repetindo a parceria com Anitta e incluindo MC G15. A música ficou entre as 50 virais do país no Spotify e já acumula mais 23 milhões de streams.

Depois dessa parceria de sucesso, Zullu repetiu as dobradinhas: primeiro com MC Nayanne, com quem lançou em fevereiro deste ano a música “Mulher do Vidigal”, escrita e produzida por ele – e que foi um dos hits do Carnaval 2020. No mês seguinte, Zullu se uniu ao MC Kevin o Chris, com quem escreveu e produziu “Pitbullzado, Loracho, Bradock”, que em semanas viralizou na web. Seus singles mais recentes são “Amor de Cama”, parceria com MC Du Black, “Quadrilha das Bandidas”, feat. com a cantora Flay (ex-BBB 20), “Gabigol do Morro”, feat. com MC Hariel – hit responsável pelo primeiro videoclipe de Zullu, “Cupido”, com MC Rebecca, “Ex é Ex”, parceria com a cantora Márcia Fellipe e “Sacanagem”, seu primeiro single internacional, feat. com o argentino Khea e o angolano Preto Show.

%d blogueiros gostam disto: