Gaê compila faixas produzidas na quarentena no EP inédito “Só – A Dois”

Gaê Credito--Marcos-Lopes

O artista brasiliense Gaê lança, nesta sexta, dia 27, o EP inédito “Só  – A Dois”, que compila faixas produzidas durante a pandemia em período de isolamento social.

Com quatro faixas, o cantor e compositor expressa, em cada uma delas, um sentimento que pode ser despertado ao nos relacionarmos com perdas e mudanças. Como, por exemplo, o espanto, presente em “Ao Avesso”; rancor em “Esquinas”; memória em “Dava” e, por fim, em “O Último Dia” – único cover do trabalho – canção de Paulinho Moska que ganhou voz e videoclipe estrelado por Gaê, nos movimenta para a ação. 

Compostas antes da pandemia, as canções tinham um final diferente previsto: seriam guardadas para um segundo álbum, onde o artista falaria sobre a experiência do diagnóstico e de viver com o HIV, descoberto há 10 anos. Então, antecipou este processo para dialogar com o público, em um momento mais do que necessário, enquanto vivemos uma pandemia.

“Antecipar a chegada dessas músicas ao público foi uma surpresa para mim. Não tinha planejado falar dessa questão antes do meu primeiro álbum… Mas aí vem uma pandemia e eu não consigo deixar de traçar o paralelo entre o que estamos vivendo e o que foi vivido com a Aids na década de 80… Essas canções me pareceram, de repente, mais urgentes do que o que eu vinha preparando antes da quarentena”, conta o artista.

Toda a produção foi feita sem aglomeração e seguiu todos os protocolos de higiene impostos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

%d blogueiros gostam disto: