“O Enigma do Quarto 622”: livro mais vendido na França chega ao Brasil

O enigma do quarto 622

Autor do fenômeno literário mundial A verdade sobre o caso Harry Quebert, que inspirou a série televisiva de mesmo nome disponibilizada no Brasil em 2020, Joël Dicker se consolida como um dos grandes nomes do romance policial do século XXI. Seu novo livro, O enigma do quarto 622 ─ lançado em maio de 2020 na França, em meio à pandemia ─, foi o best-seller do ano no país, com quase 500 mil exemplares comercializados. O novo título chega em fevereiro às lojas brasileiras, mas os assinantes do intrínsecos, clube de assinatura da Intrínseca, tiveram acesso à trama em primeira mão, em dezembro.

Ambientada em Genebra, cidade natal do autor, a história é impregnada de fascinantes traços autobiográficos, a começar pelo protagonista, que é escritor e também se chama Joël. A trama tem início com um assassinato sem solução, que ocorre no sofisticado hotel Palace de Verbier, nos Alpes Suíços. Após alguns anos da fatídica noite de dezembro, o protagonista tira férias e se hospeda no local que no passado serviu de cenário para o misterioso crime. Lá, uma surpresa o aguarda: ele é designado ao quarto 621 bis, nova nomenclatura do agora estigmatizado 622, um detalhe que o leva a mergulhar em uma investigação sobre esse caso emblemático.

Ao longo da corrida para descobrir as motivações para o assassinato, a história revela personagens tão interessantes quanto pitorescos: uma aristocrata russa decadente que sonha em casar as filhas com homens ricos, um grupo de banqueiros e um jovem ambicioso e talentoso alvo da inveja e das intrigas entre herdeiros que disputam a presidência de uma instituição financeira familiar.

Com a precisão de um mestre relojoeiro, Joël Dicker cria uma narrativa surpreendente em que não faltam ingredientes como triângulos amorosos, jogos de poder, golpes, traições e ciúmes. Tudo isso unido em uma mescla inteligente de mistério e comédia de costumes. Como bem exaltou a revista francesa Elle, “Joël Dicker é mestre na arte de nos fazer mergulhar no universo dele”. Com esse talento próprio dos grandes nomes na arte das palavras, Dicker constrói um universo em que a ficção se espelha na realidade.

Joël Dicker nasceu em Genebra, na Suíça, em 1985. É autor de A verdade sobre o caso Harry Quebert, fenômeno literário mundial adaptado para série televisiva de mesmo nome, foi finalista do prêmio Goncourt e vencedor do Grande Prêmio de Romance da Academia Francesa. No Brasil, este romance já alcançou 120 mil exemplares vendidos. São dele também Os últimos dias de nossos pais, agraciado com o Prêmio dos Escritores de Genebra, O livro dos Baltimore e O desaparecimento de Stephanie Mailer, todos publicados pela Intrínseca. O escritor tem muitos fãs no país, onde participou da Flip de 2014.

O ENIGMA DO QUARTO 622, de Joël Dicker
Tradução: Carolina Selvatici e Dorothée de Bruchard
Páginas: 528
Livro impresso: R$ 64,90
E-book: R$ 44,90

%d blogueiros gostam disto: