Projeto CreativeMornings, sucesso em NY, inspirou Cris Romagna; artista criou mais de 50 músicas em 2 anos

Contar histórias é um dom que vem da alma, mas, como todo talento inato, é aperfeiçoado na prática. Essa foi a experiência que o cantor e compositor Cris Romagna teve após propor algo inusitado no Projeto CreativeMornings, sucesso em NY que chegou a São Paulo em 2015. O encontro mensal, matutino e regado a café, com palestras inspiradoras para a comunidade criativa, ganhou uma nova dinâmica após Cris sugerir, criar e apresentar, ao vivo, uma música inspirada no tema de cada edição. Com isso, até agora são mais de 50 canções compostas especialmente para o encontro, exercício que fez com que o cantor testasse ao vivo suas canções e aumentasse de forma impressionante o ritmo de seu processo de criação. Com tantas histórias no papel, o artista quer dar voz a essas criações, mas não somente a sua, a de outros cantores e intérpretes também.

“Participar do projeto foi um divisor de águas na minha carreira, principalmente, como compositor. Na edição de fevereiro de 2020, por exemplo, eu precisava fazer uma música sobre investimento. Chegou perto da hora de fazer o teste de som e vídeo, pois foi a primeira apresentação on-line, e eu não tinha nada para apresentar. Sentei, respirei fundo, tomei um café e compus em 30 minutos, letra e melodia, fazendo um link de investimentos com os fluxos da vida”, comenta Cris.

Esse desafio de criar sempre algo novo para o projeto proporcionou ao artista uma agilidade e facilidade para compor, além de um vasto trabalho autoral que representa sua verdadeira essência. Agora, o artista planeja, além de inserir novas canções autorais em seu repertório, levar cada vez mais suas composições para outros intérpretes.

“Acredito que as histórias que eu escrevo merecem ser contadas e cantadas não só por mim. Temos uma diversidade de cantores e estilos que poderiam dar uma nova personalidade para cada uma das minhas composições e é isso que eu quero ver”, explica o cantor e compositor.

%d blogueiros gostam disto: