“A Barraca do Beijo 3” entrega um final sensato e justo para Elle, Lee e Noah

The Kissing Booth 3
Foto: Divulgação/Netflix

Nós já assistimos “A Barraca do Beijo 3”, que estreia amanhã (11) na Netflix e trazemos aqui as primeiras impressões. O filme encerra de forma muito racional a história de Elle (Joey King), Lee (Joel Courtney) e Noah (Jacob Elordi), com os caminhos trilhados entre ambos, as relações de amizade e amor, a ida pra faculdade (no segundo filme já vimos Noah em Harvard enquanto Lee foi aprovado em Berkeley e Elle estava em dúvida para qual das duas iria) e também as questões pessoais. Como todo filme de adolescente, todos passam por “provações” (em todos os sentidos) e como não poderia faltar, brigas e intrigas.

Pra dar um pouco de spoiler, mas sem comprometer nada da história, o terceiro filme começa com os Flynn decidindo vender a casa de praia, e claro, Elle, Lee, Noah e Rachel (Meganne Young, que interpreta a namorada do Lee) não gostam nada disso e decidem passar um último verão por lá. Entre algumas coisas que podemos destacar é que tem muita festa, alguns personagens do segundo filme que reaparecem pra “esquentar” as relações e até uma lista de desejos muito enraçada e que vai render ótimos momentos de risada.

Lembrando que “A Barraca do Beijo 3” foi grava junto com o segundo filme, o que na nossa opinião, deu um ritmo melhor do que se tivesse sido rodado separadamente. E claro, isso poderia ter atrasado tudo por causa da pandemia. Então preparem a pipoca que vai ter muita coisa interessante no filme pra vocês curtirem.

%d blogueiros gostam disto: