Após lançar livro, Thelma de Assis fala sobre representatividade e preconceito ao divulgar série “Por um educação antirracista”

A médica e ex-campeã do BBB, Thelma Assis, reforça sua luta contra o racismo ao divulgar a minissérie “Por uma educação antirracista”, produzida pela “Maria Farinha Filmes” .

Em seu perfil do Instagram a artista fez questão de ressaltar a importância da educação na formação de uma sociedade antirracista e indagou os seus seguidores sobre possíveis ações que contribuiriam pra tornar a sociedade mais justa. “A educação é a nossa base. Você já se perguntou o que tem feito para construir uma sociedade antirracista? O que seus filhos estão aprendendo nas escolas para que as futuras gerações tenham atitudes antirracistas?”, escreveu Thelma.

Abordando caminhos questionamentos para a criação de uma sociedade antirracista de forma didática e sensível em 5 episódios, a minissérie produzida pela Maria Farinha Filmes e distribuída pela Flow pode ser assistida de forma gratuita e está disponível no canal do GNT, no canal Futura e no YouTube. Com direção e roteiro de Shirlene Paixão, “Por uma educação antirracista” é um manifesto inspirador que apresenta caminhos para uma revisão urgente da educação para relações etnico-raciais.

“’Por Uma Educação Antirracista’ é uma oportunidade de remexer as estruturas. De maneira leve e afetiva, tomamos fôlego para um mergulho vertical. Dirigir, roteirizar e desenvolver essa série com o time da Maria Farinha Filmes foi um prazer imenso. Cinema e responsabilidade social são uma combinação que é pura potência. Preparem-se para se emocionar e se inspirar”, acredita a diretora Shirlene Paixão.

Thelma Assis acaba de ser homenageada pelo “Troféu Raça Negra” e acredita que as iniciativas que trazem mais representatividade e diversidade para todos os espaços são importantes aliadas no combate ao racismo. “Para mim é uma grande honra e também uma doce responsabilidade servir de referência para outras mulheres e meninas. Eu que cresci e ocupei espaços predominantemente brancos sem ter referências para me inspirar, hoje posso dizer com todo o orgulho do mundo que venho conquistando os meus objetivos pessoais e profissionais. Espero que eu possa ajudar as meninas a se encontrarem e sonharem alto. Serem médicas, comunicadoras, apresentadoras, bailarinas e tudo o que elas desejarem ser.”, comentou Thelminha.

Assista à minissérie: www.porumaeducacaoantirracista.com.br.

%d blogueiros gostam disto: