“Beijo de Judas”, o grito de socorro apoiado pelos fãs de Carol Biazin; cantora promete nova era para 2021

carol biazin

Carol Biazin lança nesta sexta-feira o álbum e o clipe “Beijo de Judas”, um grito de desabafo, raiva e alívio sobre a indústria da música. Em entrevista ao Caderno Pop, a estrela do pop contou que prepara nova era e que os fãs foram os principais incentivadores a expor esse sofrimento retratado no disco.

Ouça:

“Já faz algum tempo que isso tava no meu inconsciente. Eu sempre tentei mentalizar muito positivamente assim as paradas porque pensei ‘vou caminhando devagarinho, eu vou fazer tudo no meu tempo e as coisas vão acontecer a hora que for para acontecer’”, conta.

“Chega um momento que o fandom, a galera que me acompanha, que está sempre muito vidrada em tudo que eu estou fazendo, começou a falar que eu era injustiçada, que eu merecia mais e isso começou a internalizar aos poucos assim dentro mim sabe, comecei a falar ‘sim, porque quando eu consegui isso ainda, estou com 23 anos agora, já era para estar conquistando muito mais, você começa a se comparar principalmente a gente mulher dentro do pop, a comparação é muito maior e isso ficou muito na minha cabeça por muito tempo até que me surgiu de por isso pra fora, ‘Beijo de Judas’ e eu já imaginei sendo o nome do álbum, porque eu queria muito deixar que aquela emoção que eu estava sentindo na capa para nunca esquecer que números, de que forma e onde eu vou chegar, onde eu não vou chegar, não vai importar enquanto eu estiver feliz fazendo o que estou fazendo”, completa.

“Estou vivendo de músicas, isso para mim já é um sonho e eu tô tentando apreciar cada detalhe de tudo. E acho que “Beijo de Judas” foi muito pra isso também. Me ajuda a lembrar que eu preciso apreciar todos os momentos, que eu preciso também fazer diferença. Preciso mostrar para as pessoas que certo tipo da forma como nós consumimos música, da forma como a indústria faz a gente trabalhar que nem doido para lançar música após música, é um alerta para todo mundo”, acrescenta.

O Caderno Pop também perguntou sobre o que podemos esperar para o ano que vem e Carol já adiantou que vem uma nova era! “Eu quero muito continuar trabalhando com o álbum, mas depois da metade do ano quero vir com mais singles, quero vir com uma nova era e não parar não, tô prospectando alguns feats na minha cabeça que eu tenho muita vontade de tirar do papel, nada muito certo ainda, mas vai acontecer”, finaliza.

O novo trabalho da ruiva será lançado em formato inédito no Brasil. Isso porque a cantora vai ser a primeira artista do país a lançar o álbum com faixas escondidas na tracklist dos apps de música. Será possível ver o nome de todas as músicas do novo trabalho, mas nem todas ainda estarão disponíveis para serem ouvidas, sendo elas lançadas oficialmente posteriormente.

Além de Vitão, que já faz dueto com a ruiva em Sempre Que Der’, single que já ultrapassou a marca de 1.5 milhões de streamings, Biazin confirmou as participações especiais das cantoras Luísa Sonza e Glória Groove em Beijo de Judas, disco de estreia da cantora que contará com 10 faixas e três participações especiais. “Não poderia estar mais feliz, eu sou mega fã das duas. Ainda não posso dar muitos detalhes, mas estou louca para que as pessoas possam conferir e desfrutar dessas participações mais que especiais”

Dirigido por Mário Cézar e Deni Amori, o clipe de Beijo de Judas mostra como a mulher sofre dentro da indústria musical e como são colocadas uma contra a outra, através do estímulo de Judas. “A ideia era colocar três meninas autênticas em competição uma contra a outra pela corrida do ibope. Cada uma do seu jeito, da forma que gosta de se vestir e portar, disputando entre elas, graças aos conselhos de Judas, um único espaço. Esse clipe é um retrato do que as mulheres sofrem dentro da indústria musical e mostra como somos colocadas uma contra as outras”, diz Biazin.

%d blogueiros gostam disto: