“Bendetta” será exibido no Festival do Rio

Depois de uma bem-sucedida passagem por São Paulo, onde foi exibido no 29o Festival MixBrasil, do qual saiu com prêmio de público para melhor filme estrangeiro, o aguardado “Benedetta”, do holandês Paul Vehoeven, terá suas primeiras sessões no Rio de Janeiro, no Festival do Rio.

O longa será exibido dia 11 (sábado), às 18h45, no Reserva Cultural Niterói 3 (Av. Visconde do Rio Branco, 880, Niterói), no dia 14 (terça-feira), às 21h45, no Estação NET Botafogo 1 (R. Voluntários da Pátria, 88) e no dia 18 (sábado), às 16h, no Estação NET Gávea 5 (Shopping da Gávea – R. Marquês de São Vicente, 52) O filme chega ao circuito nacional com distribuição da Imovision em 13 de janeiro.

Recentemente, o filme também foi escolhido pela influente revista Cahiers du Cinèma como um dos 10 melhores longas lançados na França em 2021. E, também, na lista dos 5 melhores filmes estrangeiros do National Board of Review (EUA). A estreia de “Benedetta” foi no Festival de Cannes, onde causou furor e polêmicas, e desponta como um dos favoritos em diversas categorias no prêmio César, o mais importante francês, especialmente na categoria atriz, para Virginie Efira, que interpreta a personagem título, uma freira lésbica do século XVI.

“Benedetta” parte de uma figura real, a freira católica mística e lésbica “Benedetta” Carlini, que viveu na Itália da Contrarreforma. Nascida em 1590, numa família de classe média, entrou para o Convento de Madre de Deus, em Pescia. Logo depois, começou a ter visões de homens que a tentavam matar, e por isso é assistida por uma irmã, que passou a dividir o quarto com ela. As duas se tornam ainda mais próximas, e surgindo um romance entre elas.

O roteiro é assinado por Verhoeven e David Birke, é uma adaptação de “Immodest Acts: The Life of a Lesbian Nun in Renaissance Italy”, da historiadora inglesa Judith C. Brown. Além de Efira, o elenco ainda traz Charlotte Rampling, como a Madre Superiora; Daphne Patakia, como Bartlomea, colega de quarto com quem a protagonista acaba se envolvendo; e Lambert Wilson, como um representante do Vaticano.

Sinopse: Século XVII. Benedetta Carlini é uma freira italiana que faz parte de um convento na Toscana desde sua infância. Perturbada por visões religiosas e eróticas, Benedetta é assistida por uma companheira de quarto. A relação entre as duas se transformará em um romance conturbado, ameaçando a permanência das irmãs no convento.

Sessões Festival do Rio:
Sáb, 11 dez
“Benedetta” – 18:45 – Reserva Cultural Niterói 3 (Av. Visconde do Rio Branco, 880 – São Domingos, Niterói)

Terça-feira, 14 dez
“Benedetta”, 21:45 – Estação Net Botafogo 1 (R. Voluntários da Pátria, 88)

Sáb, 18 dez
“Benedetta” – 16:00 – Estação NET Gávea 5 (Shopping da Gávea – R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea)

%d blogueiros gostam disto: