Burna Boy faz sua primeira apresentação em TV do ano com “Way Too Big” no “Late Night with Seth Meyers”

Burna-Boy

O cantor Burna Boy foi convidado do programa “Late Night with Seth Meyers“ desta segunda-feira (4), onde aproveitou para apresentar a música “Way Too Big”, que ganhou clipe em dezembro de 2020. O clipe foi lançado em 15 de dezembro e faz parte do álbum “Twice As Tall”.

Este é o quarto clipe de “Twice As Tall”, que estreou na lista de álbuns da Billboard em primeiro lugar mundialmente, e foi produzido durante o período da pandemia por Sean “Diddy” Combs, Bosede Ogulu e pelo próprio Burna Boy.

O projeto somou, em apenas uma semana, mais de 14,8 milhões de streams nos Estados Unidos, o que rendeu a Burna Boy a marca de 400 milhões de execuções globais até hoje. O disco recebeu diversas avaliações positivas da crítica internacional, que classificaram Burna Boy como “um líder em meio a abundância do pop africano”, segundo o The New York Times. Para o The Guardian, o álbum posiciona a música africana no século XXI ao usar sons contemporâneos em melodias e ritmos tradicionais.

Gravado principalmente em Lagos, na Nigéria, “Twice As Tall” traz uma variada mistura de sonoridades em 15 faixas, 11 produzidas por produtores nigerianos – dessas, oito são assinadas pelo Spaceship Collective. O novo trabalho apresenta um disco com raízes africanas fortes e reais, que mescla com um som contemporâneo que conversa com todas as raças e nações, trazendo mensagens necessárias com um som melódico e poderoso, que está cada vez ressoando mais alto.

Damini Ebunoluwa Ogulu Rex, conhecido artisticamente como Burna Boy, começou a se envolver com música ainda na infância. Burna é reconhecido pela sonoridade carregada de influências africanas, com letras fortes, celebrando o flow característico de um artista performático em plena ascensão.

Burna Boy lançou o primeiro trabalho em 2009, com a missão de levar a música africana e suas raízes para todo o mundo. Desde então, coleciona diversos hits nos charts globais, como “On The Low”, “Ye” e “Anybody”, além de colaborações com Major Lazer, Dave, Stormzy e, mais recentemente, Sam Smith e Beyonce, no projeto “Black Is King”.

Com quatro álbuns lançados, Burna Boy atingiu o #1 na Billboard com “African Giant”, que se tornou o disco de um artista africano mais ouvido da história, ultrapassando a marca de 1 bilhão de streams globais. Burna recebeu dois BET Awards como “International Act”, além indicações ao BRIT Awards e ao Grammy. Recentemente o artista foi capa da revista NME e da The Guardian Weekend.

%d blogueiros gostam disto: