Com mais de 40 horas de conteúdo, WME Conference anuncia programação completa

Tlupa Ruiz é uma das atrações da WME Conference

Entre os dias 16 e 19 de junho, acontece a sexta edição da WME Conference – a maior conferência brasileira voltada para o protagonismo feminino no mundo da música. Esta será a primeira edição da Conference em formato phygital, ou seja, presencial e com transmissão ao vivo para todo o mundo através do site da plataforma WME. A programação, que ganhou um dia a mais, terá mais de 40 horas de conteúdo em conferências, painéis, pitches, masterclasses, workshops, além de shows e festas espalhados pela cidade: no casinha Heavy House, no novo club noturno do centro, o N/A, na praça Dom José Gaspar, velha conhecida de quem curte baladas vespertinas pelo centro da cidade, e na Casa Natura Musical, palco da festa de encerramento; a parte de painéis, oficinas, masterclasses e experiências de marcas será realizada na Biblioteca Mário de Andrade.

Idealizado por Monique Dardenne e Claudia Assef, a WME Conference Phygital marca o retorno da plataforma ao presencial, depois de duas edições remotas devido à pandemia. “Estamos muito animadas para combinar o presencial e o virtual pela primeira vez, isso vai nos dar a oportunidade de manter a capilaridade do evento, ter público de todo o país (e até de fora dele) e ainda viver a experiência que só o presencial é capaz de promover’’, diz Monique. “Haverá novidades: quatro dias de duração, vamos ter festa de abertura e também será nossa estreia ocupando a cidade em quatro diferentes casas de São Paulo, além da nossa nova sede super especial para a parte de aprendizado e trocas, a Biblioteca Mário de Andrade”, completa Claudia.

A cantora e compositora carioca Teresa Cristina será a madrinha do evento, que também terá como convidadas Tulipa Ruiz, Letticia Muniz, BadSista, MC Danny, Karina Buhr e muitas outras mulheres da música. “Fico feliz pelo fato de terem me escolhido como madrinha. Significa que as minhas ações são assertivas, e espero que eu consiga representar todas essas mulheres, e especialmente as parecidas comigo, com o meu perfil, pois somos muitas”, pontua Teresa sobre seu posto.

Encaixado no feriado de 16 de junho (quinta-feira), Corpus Christi, no primeiro dia de evento, o público poderá prestigiar a estreia da festa de abertura do WME em uma das dance houses mais ecléticas de São Paulo, a Heavy House, localizada no bairro de Pinheiros.

Já na sexta-feira, a maratona de painéis, oficinas e masterclasses terá início na Biblioteca Mário de Andrade, no centro da cidade. O local será sede do evento pela primeira vez, com programação diurna na sala redonda e no auditório. “Começamos esse namoro com a Biblioteca Mário de Andrade há alguns anos; é um lugar lindo e vai receber nosso evento com uma maestria incrível. Será muito especial pra gente”, conta Claudia.

A programação digital da Conference começa no dia 14 de junho com o início do Pitch WME. Pelo segundo ano consecutivo, o WME seleciona 20 artistas para se apresentarem de forma virtual para um júri composto por mais de 30 mulheres que estão à frente de importantes iniciativas da música, como Ana Garcia (Festival Coquetel Molotov), Ana Morena (Festival do Sol) e Francesca Altério (Festival GRLs), entre outras. É uma oportunidade única de apresentar trabalhos de bandas e artistas novos para o mercado.

Na sexta, 17, os painéis de discussão tomam conta da Biblioteca Mário de Andrade e os assuntos são pra lá de urgentes, criando uma interseção entre música, tecnologia e negócios. Após as rodadas de painéis, oficinas e masterclasses da tarde de sexta, o dia encerra com dois shows gratuitos na Praça Dom José Gaspar, apresentando gratuitamente para a população os talentos de Bebé recém contratada pelo selo Balaclava, e Lazuli, projeto solo de Juliana Strassacapa, também vocalista da banda paulista Francisco el Hombre.

Em 18 de junho, sábado, um dos pontos altos promete ser o painel Back to Back com Karol Conka e MC Carol – Um papo sobre Saúde Mental e Carreira, mediado pela apresentadora e jornalista Didi Couto.

Outro tema abordado será o selo IGUAL, lançado na última edição da WME Conference, que estimula casas de clubes, festas e festivais, empresas e agências a terem pelo menos metade de seu staff e contratados composto por mulheres, pessoas não-binárias ou trans. O painel versará sobre o papel da curadoria musical contemporânea como tradutora das transformações sócio-culturais. A iniciativa visa a equidade de gêneros em line-ups e equipes de empreendedorismo musical por todo o país. Para participar, a empresa ou festival deve se cadastrar no site da plataforma do WME.

O programa de sábado será encerrado com mais shows gratuitos na Praça Dom José Gaspar, logo atrás da Biblioteca, com as artistas Aíla, cantora e compositora paraense que transita entre brega, pop e zouk love, seguida pelo show da cantora, poetisa e escritora Bixarte, uma potência paraibana de apenas 18 anos que despontou no rap nacional em 2021.

Ainda no sábado, o WME faz a sua tradicional festa de música eletrônica, com as DJs Marta Supernova (artista visual e sonora, DJ, produtora musical e percussionista), Valentina Luz (modelo, performer e DJ) e Cashu (DJ da cena queer underground eletrônica de São Paulo) que se apresentarão no N/A Club, subsolo do The Bowl.

O encerramento do WME Conference será domingo, dia 19, com atrações a serem anunciadas em breve: um show na Casa Natura Musical, que fica numa das mais movimentadas ruas do bairro de Pinheiros, a Artur de Azevedo.

Os ingressos para a WME Conference Phygital devem ser adquiridos antecipadamente pela plataforma Sympla. O passaporte completo, que dá direito aos dois dias de conferência na Mário de Andrade, além das festas de lançamento na Heavy House e do sábado no N/A Club e também a todo o conteúdo digital (que ficará liberado por 30 dias) custam R$ 120 e R$ 60 a meia-entrada. Os shows na Praça Dom José Gaspar e o encerramento na Casa Natura Musical são totalmente gratuitos.

SERVIÇO

Endereços:

16 de junho

Festa de abertura – Heavy House – Endereço: Rua Benjamim Egas, 297 – Pinheiros.

17 de junho

Painéis, oficinas e masterclasses – Biblioteca Mário de Andrade – Endereço: Rua da Consolação, 94 – República.

18 de junho

Painéis, oficinas e masterclasses – Biblioteca Mário de Andrade – Endereço: Rua da Consolação, 94 – República.

Show gratuito – Praça Dom José Gaspar – Endereço: Rua Dr. Bráulio Gomes – República.

19 de junho

Show de encerramento – Casa Natura Musical – Endereço: Rua Artur de Azevedo, 2134 – Pinheiros.

Horários:

Programação Heavy House – dia 16/06

Programação na biblioteca Mário de Andrade – dias 17 e 18/06 – a partir das 13h;

Shows gratuitos na praça Dom José Gaspar – dia 18/06 – a partir das 18h30;

Festa na N/A Club – dia 18/06

Show de encerramento na Casa Natura Musical – dia 19/06 – a partir das 18h.

Ingressos:

A partir de R$ 35,00 (meia-entrada) a R$ 70,00 (inteira) – diária presencial – válido somente para os dias 17 e 18 de junho;

A partir de R$ 60,00 (meia-entrada) a R$ 120,00 (inteira) – passaporte phygital completo;

Passaporte digital – R$ 50,00 (preço único) – contempla o acesso online à conferência e conteúdos que ficarão disponíveis por 30 dias na plataforma.

Para assistir online:

Acesse a plataforma do WME aqui.

Confira a programação do WME 2022:

Sexta-feira, 17 de junho

O poder da caneta: compositoras ganham força com composições próprias e para outres artistas.

Das 13h00 às 14h00. Mediadora: Tulipa Ruiz

Convidadas: Alzira E, Day Lins + à confirmar

ASA APRESENTA Iniciativas femininas na música e a criação de comunidades.

Das 14h00 às 15h00. Mediadora: Bia Nogueira (Festival Imune)

Convidadas: Cristina Becker (Asa / British Council), Alana Leguth (Hervolution), Letícia Tomás (PWR Rec) e Carla Uller (ASA / Oi futuro)

Q&A Teresa Cristina.

Das 16h00 às 17h30

Participantes: Teresa Cristina e Claudia Assef

Quem está dando as cartas no Top 10? Playlists, o novo jabá e outras estratégias explosivas.

Das 13h00 às 14h00. Mediadora: Cris Falcão

Convidadas: Dani Ribas, Nicole Balestro e Helena Gaia

Hegemonia masculina nas bandas de apoio; existe um caminho para a equidade de gêneros nos palcos?

Das 14h00 às 15h00. Mediadora: Claudia Assef

Convidadas: Carol Navarro + à confirmar

Grandes festivais, casas de shows, música eletrônica: fique por dentro das experiências imersivas que vieram com tudo nessa volta aos eventos presenciais

Das 15h00 às 16h00. Mediadora: Carol Soares (OCBL)

Convidadas: Carolina Ramos (Arca) + à confirmar

Discografia – Artistas contam sobre o processo criativo e estratégia de lançamentos de seus álbuns recém lançados.

Das 16h00 às 17h00. Mediadora: Fabi Ferraz

Convidadas: Bivolt + à confirmar

Oficina Gestão de Carreira – Música e Mercado (13h00 às 14h00).

Oficina Música + Influência? Decoding de casos Reais(14h00 às 15h00).

Sábado, 18 de junho

Selo Igual apresenta: O papel da curadoria musical contemporânea como tradutora das transformações sócio-culturais.

Das 13h00 às 14h00. Mediadora: Assucena Assucena

Convidadas: Michelly Mury (Casa Natura Musical ), Karen Cunha (Curadora) + à confirmar

Mynd apresenta: O poder da influência das artistas para além da música (politica, saúde, sexualidade, lifestyle)

Das 14h00 às 15h00. Mediadora: Leticia Muniz

Convidadas: À confirmar

Back to Back com Karol Conka e MC Carol – Um papo sobre Saúde Mental e Carreira

Das 15h00 às 16h00. Mediadora: Didi Couto

Convidadas: Karol Conká e MC Carol

Overbooking: O retorno ao presencial trouxe uma avalanche de shows e agendas apertadíssimas. Não era isso que a gente queria?

Das 13h30 às 14h30. Mediadora: Isabela Yu

Convidadas: MC Danny + à confirmar

Discografia – Artistas contam sobre o processo criativo e estratégia de lançamentos de seus álbuns recém lançados.

Das 15h30 às 16h30. Mediadora: Renata Simões

Convidadas: À confirmar

Abrindo o Case – Cada artista levará 3 discos de vinil, colocarão para tocar e falarão sobre sua ligação com ele

Das 17h30 às 18h30. Mediadora: Pat Palumbo

Convidadas: Karina Buhr, MEL e Badsista

Oficina Voz Rimada: treinamento, aquecimento e saúde vocal (13h00 às 14h00)

Descolonização Musical, sonhos e bem viver (14h00 às 15h00)

Masterclass Dina Dee e outras Pioneiras do Rap (15h00 às 16h00)

Criação de Playlist e Curadoria (17h00 às 18h)

%d blogueiros gostam disto: