Disney+ estreia “Projeto Mercury: Os Sete Escolhidos”

projeto mercury

Quase seis décadas depois que a NASA enviou seu primeiro astronauta ao espaço, restaurando a fé do mundo no programa espacial dos Estados Unidos, o Disney+ viaja de volta ao início da era espacial, quando havia muito em jogo, com a estreia de “Projeto Mercury: Os Sete Escolhidos”, na próxima sexta-feira, 26 de março.

“Projeto Mercury: Os Sete Escolhidos” conta a extraordinária história real dos primeiros astronautas do país, o “Mercury Seven” original, e se baseia em centenas de horas de filmes de arquivo e transmissões de rádio, entrevistas, filmes caseiros e outros materiais raramente ou nunca vistos para transportar os espectadores ao final dos anos 1950. O documentário de duas horas da National Geographic complementa a série com roteiro original do Disney+ “Os Eleitos”, que estreará seu episódio final no mesmo dia.

Dirigido e produzido pelo cineasta Tom Jennings, ganhador dos prêmios Emmy e Peabody (Apollo: Missions to the Moon, Challenger Disaster: Lost Tapes), “Projeto Mercury: Os Sete Escolhidos” é a emocionante história do programa Project Mercury, que revolucionou o papel dos Estados Unidos na exploração do espaço com humanos e inspirou futuras gerações de fãs do espaço. O documentário – sem narração ou entrevistas atuais – usa o estilo característico de Jennings para dar aos telespectadores um acesso sem precedentes aos primeiros dias da corrida espacial.

Para representar um dos tempos mais tenazes e dramáticos da história, o “Projeto Mercury: Os Sete Escolhidos” conta com:

  • Imagens inéditas e áudios sincronizados: pela primeira vez, são mostrados os momentos de tensão que se seguiram ao vôo da missão Mercury-Redstone 4 pilotada por Virgil “Gus” Grissom.
  • Gravações de rádio e vídeo pouco conhecidas: os espectadores verão o anúncio histórico dos astronautas do Mercury 7 em uma ampla gama de veículos de notícias, todos tentando cobrir a primeira equipe espacial da América, e testemunharão uma gravação interna do governo que descreve a formação da NASA a partir de órgão que o precedeu, o Comitê Consultivo Nacional da Aeronáutica.
  • Materiais de pesquisa nunca vistos de Tom Wolfe – o público ouvirá Wolfe falando com Rene Carpenter, esposa do astronauta Scott Carpenter, do Mercury 7, e verá notas manuscritas confidenciais que Wolfe compilou para seu livro The Right Stuff.
  • Vídeos caseiros de John Glenn recentemente digitalizados: Dos arquivos da Ohio State University, são momentos familiares registrados em filmes de 8 mm e 16 mm raramente vistos.
  • Fotos exclusivas raramente ou nunca vistas: pela primeira vez, fotos dos bastidores da famosa edição da revista LIFE são mostradas, dando-nos um vislumbre da vida doméstica de Mercury 7. Fotos raramente vistas de fotógrafos da National Geographic cobrindo o programa espacial Mercury.

Composta por James Everingham para Bleeding Fingers Music e produzida pelos vencedores do Oscar, Golden Globe, Tony e Grammy, Hans Zimmer, e o indicado ao Emmy, Russel Emanuel, a trilha sonora orquestral do documentário foi gravada remotamente por uma orquestra de 44 membros com distanciamento social em maio de 2020. Cada um dos músicos gravou-se em casa e as gravações foram então perfeitamente combinadas para criar uma trilha sonora impressionante que captura perfeitamente o espírito da época em meados do século XX nos Estados Unidos.

“Projeto Mercury: Os Sete Escolhidos” é uma produção da 1985 Filmes para a National Geographic. Para 1985 Filmes, Tom Jennings é o produtor executivo e diretor. O documentário é editado e produzido por David Tillman e produzido por Chris Morcom. Para a National Geographic, Simon Raikes é produtor executivo.

%d blogueiros gostam disto: