Dylan O’Brien surpreende no cativante “Amor e Monstros”

amor e monstros

E o ator Dylan O’Brien surpreende de novo em “Amor e Monstros”, filme que estreia na Netflix no próximo dia 14. Nós já assistimos por aqui e contamos o que achamos. O filme se passa sete anos depois que Joel (O’Brien) sobrevive ao apocalipse dos monstros e decide abandonar seu bunker aconchegante para reencontrar a ex, Aimee, interpretada por Jessica Henwick.

Apesar de ser um original Netflix, o filme já tá disponível nos EUA desde o ano passado, quando chegou ao formato VOD sem muito alarde – na época os cinemas estavam fechados e a Paramount vendeu os direitos de exibição mundial para a plataforma de streaming.

Mas vamos ao que interessa. Com certeza é um filme que vai te deixar bem leve, mas vai render bons sustos nesse mundo de insetos mutantes e gigantes. Tudo começa quando Joel, que vive em um abrigo junto com outros amigos desde que houve o apocalipse, passa a lembrar de Aimee. Ele decide, então, partir em busca dela – o único meio de comunicação entre os sobreviventes é o rádio.

Logo no começo da saga ele conhece o cãozinho Garoto. Juntos os dois enfrentam as mais bizarras criaturas, como sapos e caracóis gigantes, tudo pra percorrer os mais de 130km que separam ele de Aimee. O filme pode te fazer lembrar de outras histórias relacionadas ao apocalipse, monstros desconhecidos, mas a história cativa.

Não é um filme cansativo, que parece não ter fim. Pelo contrário, é entretenimento garantido com aquela atuação aventureira do Dylan que a gente já conhece de “Maze Runner”. É um filme que traz uma boa mensagem sobre família, amizade, valor à vida e das pessoas que nos cercam.

%d blogueiros gostam disto: