Episódio de estreia de “Sob Pressão” aborda dois temas principais: fome e abandono de pessoas com transtornos mentais

Foto: Globo/João Faissal

O abandono e o descaso com pessoas que sofrem com transtornos mentais, que muitas vezes vivem em condições de rua, além da questão da fome e da miséria que afetam as populações de diferentes partes do mundo são alguns dos assuntos abordados no episódio de estreia da quarta temporada de “Sob Pressão”, exibido nesta quinta-feira, dia 12.

Logo no início do episódio, a caminho do Hospital Edith de Magalhães, Evandro (Julio Andrade) e Carolina (Marjorie Estiano) presenciam um homem atacando o casal Rodolfo (Douglas Cantudo) e Mirian (Yanna Lavigne), que está dentro do carro, no trânsito. Ferido, o motorista deixa o veículo para proteger a esposa grávida e é socorrido pelos médicos. Evandro ainda tenta evitar o pior e conversar com o homem, Gil (Alexandre Paz), que aparenta sofrer com transtornos mentais, mas o médico acaba ferido, assim como o agressor, baleado pela polícia.

Já no hospital, Mirian, apesar de não ter se ferido no incidente, está nervosa. Atendida por Décio (Bruno Garcia), ela recebe o diagnóstico de pressão alta e a angústia da espera por notícias sobre o estado de saúde do marido faz com que a mulher – hipertensa e diabética – entre em trabalho de parto. Cabe, então, a Evandro e Carolina lidarem com a situação, que é de extremo risco.

Enquanto isso, Vera (Drica Moraes) recebe Angela (Regiane Pereira), que desmaia ainda na recepção da emergência. Acompanhada de seu filho Uindersson (João Vicente), a mulher, que está desempregada e vende bala no sinal de trânsito, está com hipoglicemia porque está sem comer há dias. Na enfermaria, Uindersson acaba pegando escondido um sanduíche destinado aos pacientes e é flagrado pela polícia, que enfrenta a situação com violência e truculência.

Uma coprodução da Globo e Conspiração, “Sob Pressão” é escrita por Lucas Paraizo com Márcio Alemão, André Sirangelo, Pedro Riguetti e Flavio Araujo, com direção artística de Andrucha Waddington e direção de Andrucha, Mini Kerti, Rebeca Diniz, Julio Andrade e Pedro Waddington. Com produção de Isabela Bellenzani (TV Globo) e Mariana Vianna (Conspiração), e direção de gênero de José Luiz Villamarim, a série vai ao ar após ‘Império’.

Assim como nas temporadas anteriores, “Sob Pressão” aborda diversos assuntos inspirados na vida real. Ao final de cada episódio, além de alertar sobre a importância de manter os cuidados na prevenção da Covid-19, o público voltará a ver cartelas contendo informações e dados sobre os temas do episódio daquele dia, como a fome, um dos assuntos abordados na estreia, na próxima quinta-feira, dia 12.

%d blogueiros gostam disto: