Oliver Stone queria que Glenn Close interpretasse Elvira em “Scarface”

159472812650447

A revista Entertainment Weekly publicou um trecho exclusivo do livro do diretor Oliver Stone, “Chasing the Light: Writing, Directing, and Surviving Platoon, Midnight Express, Scarface, Salvador, and the Movie Game”, em que ele conta que queria que Glenn Close atuasse em “Scarface”.

No trecho divulgado pela revista, Stone, de 73 anos, descreve a produção de Scarface – superando um relacionamento tenso com a estrela Al Pacino e descobrindo uma jovem Michelle Pfeiffer no processo.

“Scarface” é um filme de 1983 dirigido por Brian De Palma e escrito por Oliver Stone. O longa conta a história do refugiado cubano Tony Montana (Al Pacino) que chega em 1980 em Miami com nada, e se torna um poderoso chefão da droga. O filme também apresenta Mary Elizabeth Mastrantonio, Steven Bauer, e Michelle Pfeiffer. O argumento é de Oliver Stone baseado num romance de Armitage Trail. Scarface é um dos filmes mais violentos já feitos e também um expoente de Hollywood no cinema da década de 80.

“Em uma sessão em que participei, lutei muito por Glenn Close para desempenhar o papel da amante de Al em Scarface, como ela tinha sido ótima na leitura. Eu havia escrito o papel original de Elvira como uma garota da classe alta de Nova York que eu conhecia, morando em South Beach com um chefe de gângster quando Tony a conheceu. Marty [Martin Bregman, produtor] descartou minha ideia como louca – “Ela tem uma cara de cavalo!” Ele era casado com uma bela atriz, Cornelia Sharpe, uma loira, e geralmente gostava muito de loiras. Marty e De Palma finalmente escolheram uma novata de 24 anos, Michelle Pfeiffer, que marcou muito no filme e passou a uma carreira distinta. Mas, na época, tive que reescrever de má vontade a parte de Elvira para tornar o papel mais uma bobagem materialista de South Beach”, cita o trecho divulgado pela revista.

O livro será lançado dia 21 de julho nos Estados Unidos.

%d blogueiros gostam disto: