Sandy expressa o que está guardado na alma no audiovisual “10:39”, gravado durante a quarentena

Sandy 10-39_Easy-Resize.com
Foto: Douglas Aguillar

O motivo que deixou os jornalistas curiosos desde a semana passada passada foi revelado às 18h desta terça-feira (13): trata-se do projeto audiovisual de Sandy, “10:39”, gravado totalmente em segredo durante a quarentena. As músicas saem à meia-noite desta quarta-feira (14) e os vídeos, em formato de curta-metragem, a partir das 11h, também desta quarta. O motivo deste nome dado ao EP? A duração da trilogia de músicas.

Veja o curta-metragem:

O anúncio foi por meio de uma coletiva convocada na semana passada, mas sem informar o teor do encontro. Com três faixas – duas regravações e uma autoral, o projeto vem com os três clipes interligados, gravados em um haras no interior de São Paulo durante dois dias. O projeto é composto pelas faixas “Piloto Automático”, “Lua Cheia” e “Tempo”.

“”Piloto Automático”, da banda Supercombo, que conheci quando fui jurada do programa Superstar; “Lua Cheia”, da banda 5 a Seco, da qual sou fã há anos, e “Tempo”, que gravei no meu álbum de estreia da carreira solo, redescobri e que, nesse momento, tomou um tamanho muito maior do que tinha quando a compus, há 11 anos. Três músicas que viraram uma só, que se confundem uma com a outra, assim como as horas, os dias e os meses desse ano maluco”, declara.

Sandy disse ao Caderno Pop que não queria colocar a equipe em risco, por causa da pandemia, e buscou fazer tudo da forma mais segura. Ela disse que assim como o vídeo, o áudio também foi gravado em dois dias, só que no estúdio que ela tem em casa com o marido, Lucas Lima.

Inicialmente a ideia era fazer os vídeos no sítio do irmão, Junior, mas o diretor Douglas Aguillar achou que o local não simbolizasse o que as canções de “10:39” queriam transmitir. Por isso, eles foram em busca de outra locação, até encontrarem o haras.

“A gente nunca passou por uma pandemia, a gente ainda tá descobrindo como viver e nesse processo de olhar pra dentro, pra minha família, senti a liberdade de fazer uma licença poética no meu trabalho”, contou. “E vamos combinar, 2020 foi cancelado, né, gente?”, complementa. Sandy contouque tinha outros projetos, como uma turnê, possivelmente com músicas inéditas, mas que deve ficar para 2021.

Sandy disse que a concepção do projeto foi para que os três clipes fossem vistos em sequência, da mesma forma que foi apresentado aos jornalistas, mas contou que eles também serão disponibilizados individualmente. O projeto tem alegria, tem emoção, e muita autenticidade. “Se eu pudesse me traduzir agora, seria com esse momento”, acrescentou.

Sobre os rumores de alguma semelhança com “folkore” da Taylor Swift, quando anúncio da coletiva vazou, Sandy garante que não tinha visto o projeto da cantora americana e a única semelhança é ela ser fã de Bon Iver, que participou da produção e de uma faixa do disco da intérprete de “cardigan”.

Ouça:

%d blogueiros gostam disto: