Websérie brasileira “Never Mind” estreia como uma sátira ao universo feminino

“Minha ex é louca”, tenho certeza que em algum momento da sua vida você já ouviu essa frase. Pode ter sido de um novo namorado, de um amigo ou, até mesmo, de você mesmo com a frustração de um término. Mas e a versão da ex louca, você já ouviu? Escrita, dirigida e produzida por mulheres, a websérie “Never Mind” traz a história da mulher louca contada por ela mesma. É um verdadeiro convite ao riso, ao acolhimento e um grito de liberdade da mulher, que assume a narrativa da sua vida de forma nunca antes vista. A primeira sketch de três minutos chega ao Youtube da Úrsula Monteiro, roteirista, diretora e atriz principal, nesta quinta-feira, 14 de outubro. 

Quantas histórias sobre mulheres você já viu contadas pela perspectiva masculina? Quantas vezes a mulher foi colocada como louca de uma forma triste e pejorativa, quando sua loucura pode ser alto astral e contagiante? Essa é a mensagem de “Never Mind”, uma sátira sobre as vivências femininas pelo ponto de vista da personagem principal que vive amores, desabafa com amigos, tem recaídas e, pode ser sim, loucamente divertida.

Idealizado por Ursula Monteiro, atriz, roteirista e diretora- ao lado da amiga cantora e compositora Lisa Kalil, “Never Mind” foi inteiramente produzida durante a pandemia com um time composto somente por mulheres com o objetivo de mostrar a mulher pela sua própria visão e, principalmente,  dar espaço no audiovisual a profissionais do sexo feminino. Além dos atores homens, outros profissionais do sexo masculino só entraram na pós produção.

“Eu sempre vi nossas histórias sendo contadas pela perspectiva masculina, como atriz, muitas vezes interpretei elas e sentia que faltava o olhar feminino no texto, na direção. Mas o audiovisual sempre foi dominado por homens, hoje, isso está mudando um pouco, estamos tendo mais espaços. Esse ano, Chloé Zhao ganhou o Oscar de melhor direção, a segunda mulher a ganhar na história da premiação, e isso também me inspirou a tirar minhas produções do papel e também dar espaço a outras mulheres e foi incrível ter um set com tanta energia feminina, o resultado é, claro, muito sensível mas de um senso de humor gigante.. Never Mind vai fazer com que as mulheres se identifiquem, mas também vai ajudá-las a rir de suas loucuras”, explica Ursula.

“Never Mind” terá 10 episódios em sua primeira temporada, dividido em sketchs de 3 a 5 minutos. A cada três sketchs teremos um episódio. A primeira chega ao Youtube de Ursula nesta quinta-feira, 14 de outubro, às 12 horas, a segunda no dia 28 de outubro, e a última, fechando o primeiro episódio, no dia 4 de novembro.

Sinopse

Sketch 01:Namorado Ideal

O distanciamento social separou muitos casais durante a pandemia e muitos relacionamentos passaram a existir apenas por uma conexão de internet. A personagem principal da websérie, Ursula, alter ego da roteirista, diretora e atriz Ursula Monteiro, vive um desses relacionamentos à distância. O dia-a-dia em isolamento social começa a pesar e Ursula traz, enfim, uma solução para a sua vida e para seu relacionamento em quarentena.

Sketch 02:  TPM 

O contexto da história é uma sátira sobre as vivências femininas pelo ponto de vista da personagem principal Ursula. Mas como é o relacionamento de uma mulher na TPM?  Na visão da personagem principal Ursula, ela só quer um Brigadeiro, e por algum motivo seu namorado parece não entender este seu pedido. 

Sketch 03:  Ela não é louca! 

O que dizer quando há uma certa confusão de ânimos e certa desinformação em um relacionamento? Na cabeça de Ursula, estas confusões cotidianas mal explicadas tornam-se inspiração e se tornam para-realidades, uma sátira. E se a para-realidade se tornar real?  A culpa não é dela. Ela não é louca!

Sobre Ursula Monteiro

Nascida em Taubaté, no interior de São Paulo, Ursula teve desde sempre como paixões principais o cinema, o teatro e a atuação. Aos 8 anos, iniciou as aulas de teatro e começou a se apresentar em peças matinês no Teatro Metrópolis em montagens como “Sítio do Picapau Amarelo”. Aos 16 anos, a artista deixou o interior para estudar, também atuação, na renomada escola Macunaíma, em São Paulo. 

Aos 18 anos, o espírito de aventura, que já tomava conta, falou mais alto e a levou para Nova Iorque, local onde reside atualmente. Lá iniciou os estudos de atuação para cinema na New York Film Academy e, logo depois, se matriculou em um curso de longa duração na Atlantic Acting School, onde ficam alguns estúdios da NYU TISCH School of the Arts. Dentre os inúmeros trabalhos no teatro, cinema e televisão, destacam-se três participações em séries famosas no mundo inteiro: “Madam Secretary da CBS, The Deuce da HBO e Mr. Robot da USA Network. 

Agora, Ursula se dedica a dois projetos autorais, os primeiros como roteirista e diretora: o curta-metragem Val e a websérie Never Mind. “Val” já ganhou os holofotes e tem se destacado em festivais internacionais. Selecionado em nove, semifinalista em dois e finalista em outros dois a produção deu a Ursula os prêmios de “melhor direção” e “melhor atriz debutante”, além de levar o troféu de “melhor curta” no New York International Film Awards e Oniros Film Awards.

%d blogueiros gostam disto: