BFF Girls investe em covers e conquista milhões de views

BFFGirlsA goiana Bia Torres (12 anos), a paulistana Giulia Nassa (14 anos) e a gaúcha Laura Schadeck (14 anos) se conheceram ano retrasado em uma edição do programa The Voice Kids. Elas não ganharam, mas a amizade foi além das gravações e no começo do ano elas assinaram contrato com a Sony Music e formaram o grupo BFF Girls. BFF é a sigla em inglês para Best Friends Forever (amigas para sempre). Girls é a tradução de garotas. E a ideia que as meninas passam é bem essa, de união.

Lançada em janeiro deste ano, “BFF”, faixa que leva o nome do projeto, foi a canção de estreia do trio. O clipe conta a história da amizade de Bia, Laura e Giulia e já passa das 2,9 milhões de visualizações. “Meu Crush” foi a segunda inédita do trio, que ultrapassou a marca de 17 milhões de views.

As meninas lançaram ainda três covers de canções de sucesso: “Havana”, da superstar Camila Cabello, que, na versão das BFF, já ultrapassa 8,3 milhões de visualizações no Youtube; “Trevo (Tu)”, do duo Anavitória, cujo vídeo possui mais de 5 milhões de visualizações no canal oficial BFFGirls e “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, hit do cantor Shawn Mendes que alcançou 3 milhões de views na voz das meninas. Além dessas, as meninas também gravaram o cover da empolgante “Drag Me Down”, da extinta One Direction, que já alcançou 2,4 milhões de views; “Do Seu Lado”, hit conhecido na voz do Jota Quest e “That’s My Girl” da girl band Fifth Harmony.

Em uma agenda de entrevistas, as meninas conversaram com o Caderno Pop e contaram um pouco do que vem pela frente.
CP: Vocês se uniram a partir de um reality show e a amizade permaneceu. Sempre é uma batalha participar desses projetos. Hoje, vocês passariam por isso de novo?
BFF: Tentaríamos de novo sim, participaríamos como uma forma de autossuperação. Acreditamos que com a experiência que ganhamos, não cometeríamos os mesmos erros da outra vez. E também porque foi um processo divertido e não custaria nada fazer novamente.

CP: Vocês moram onde atualmente?
Giulia Nassa: Eu moro em São Paulo, SP desde que nasci e minha família toda é daqui.
Bia Torres: Eu moro em Goiânia com minha família.
Laura Schadeck: Eu moro em Itajaí (SC), porém nasci em Porto Alegre (RS).

CP: Rolou uma turnê ano passado pra promover o trio e pra esse ano, que vocês estão planejando?
BFF: Focaremos na produção de mais singles e continuar com os lançamentos de covers pra vocês, assim a gente aumenta nosso repertório para os próximos shows.

CP: A gente quer saber quando sai o álbum! Vai rolar material inédito?
BFF: Hoje não se lança muito álbum, a galera prefere singles, até pra deixar aquele gostinho de quero mais. Mas podem se preparar porque coisa inédita nunca vai faltar!

CP: Qual de vocês tem mais ‘feeling’ pra compor? Já arriscaram compor alguma faixa?
BFF: Modéstia à parte, nós três somos todas ótimas compositoras, cada uma com um estilo mas particularmente é uma atividade que gostamos muito, libera a criatividade da cabeça e coloca no papel. Cada uma de nós tem uma música no grupo mas as melhores de todas são aquelas que as três fizeram juntas! Pode esperar que vem bomba por aí.

CP: Dos shows que vão rolar esse ano, seja no Brasil ou no mundo, qual vocês iriam?
Giulia Nassa: Com certeza um show da Beyoncé (pelo menos por mim) porque acho que além de serem músicas divertidas, seria um mega-aprendizado pra todas nós, até mesmo porque ela também veio de uma girl band, Destiny’s Child e porque ela é uma artista supercompleta.
Bia Torres: Meghan Trainor.
Laura Schadeck: Demi Lovato, Shawn Mendes, etc..

CP: O último single de vocês, “That’s My Girl”, é de uma banda que acabou, ou pelo menos deu um tempo – vocês acham que elas ainda voltam algum dia?
BFF: Bom, a esperança é a última que morre… então achamos que ainda podem se reunir novamente. Sabemos que é difícil manter uma girl band, ainda mais uma grande como Fifth Harmony.

CP: Que tipo de música e banda vocês curtem?
Giulia Nassa: Eu amo rock nacional com todas as minhas forças. Legião Urbana, Capital Inicial, Jota Quest, Mamonas Assassinas, Raimundos, Skank, Engenheiros do Havaí, etc. Admiro muito artistas como Frejat, Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Elis Regina, Ronnie Von, Rita Lee… acho que a música brasileira serve de grande exemplo pra artistas como nós que estamos começando.
Bia Torres: Maria Rita, Jorge Aragão, Meghan Trainor, Marisa Monte, entre outras.
Laura Schadeck: Demi Lovato, Shawn Mendes, Taylor Swift, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *