“A Outra Garota Negra”: um dos livros mais aguardados de 2021 nos Estados Unidos vai ser adaptado para série de TV pelo Hulu

Zakiya Dalila Harris atuou por três anos no mercado editorial, tempo suficiente para conhecer as hierarquias de classe veladas em um ambiente de trabalho majoritariamente branco. Ela se utilizou dessa vivência para escrever seu romance de estreia, A outra garota negra, que chega às livrarias em outubro pela Intrínseca. Com uma originalidade marcante, a autora aborda temas como privilégio, racismo e gênero em uma narrativa com leves toques de humor e ingredientes de thriller.
 
Apontado como uma mistura dos filmes O Diabo Veste Prada e Corra!, o romance desvela particularidades da competitiva indústria editorial e traz à tona discussões identitárias, como a afirmação cultural de pessoas negras pelo uso de determinado tipo de cabelo e acessórios. Ao expor questões que estão no centro do debate atual sobre o “ser negro” em um mercado de trabalho excludente, Zakiya Dalila Harris constrói uma história instigante repleta de personagens que incorporam os preconceitos enraizados na sociedade.
 
Considerado pelo jornal britânico The Independent “uma sátira mordaz sobre raça e o ambiente de trabalho”, A outra garota negra tem como protagonista a carismática assistente editorial Nella Rogers, a única funcionária negra da editora Wagner Books. Quando já não aguenta mais se sentir deslocada na empresa, o destino parece enfim presenteá-la com uma aliada: Hazel, também uma garota negra, é contratada e passa a trabalhar na baia ao lado da sua. Porém, à medida que Hazel ganha influência e atenção no escritório, Nella vai se sentindo deixada de lado.
 
O plot twist ocorre quando bilhetes misteriosos começam a aparecer em sua mesa, com um aviso: SAIA DA WAGNER. AGORA. Sem saber quem está por trás das mensagens hostis, Nella entra em uma espiral de obsessão e paranoia. E, conforme outras situações desconfortáveis passam a dominar seus dias, a jovem vê sua rotina ser tomada por um clima de pesadelo e percebe que pode haver muito mais em risco do que apenas sua carreira.
 
Zakiya Dalila Harris faz ecoar a voz de muitas mulheres negras que logo percebem não ser suficiente ter um diploma, conseguir um bom emprego e se portar da maneira correta para conquistarem um lugar na sociedade. Inteligente e fora do comum, o romance apresenta uma crítica social necessária e um thriller capaz de envolver os leitores em uma onda de expectativa até o fim.
 
A outra garota negra vai ser adaptado para série televisiva pelo serviço de streaming norte-americano Hulu (The Walt Disney Company). Zakiya Dalila Harris será corroteirista e produtora-executiva da obra, ao lado de produtores de títulos como O Ódio que Você Semeia, Narcos e Sense8.

%d blogueiros gostam disto: