Agosto: confira as apostas musicais do Caderno Pop

Confira as apostas musicas de agosto no Caderno Pop:

R. Salapata & Banda de Los Lobos Perdidos

Sediada na cidade de Santa Rosa, na região noroeste do Rio Grande do Sul, muito próxima com a Argentina, R. Salapata & Banda de Los Lobos Perdidos possui como influências o rock brasileiro dos anos 1980 e 1990, com pitadas latinas, principalmente do rock argentino. Formada por R. Salapata (guitarra e vocal principal), Leonardo Salapata (bateria), André Baumgartner (teclados, vocais e acordeon) e Leonardo Altenhofen (baixo), lançou seu primeiro single em dezembro de 2021 e tem lançamento de álbum previsto para o ano de 2022.

The Shandies

“Hangin’ Around”, do duo folk estadunidense The Shandies, é a música perfeita para uma playlist de fim de verão. Parece uma noite de fogueira vendo vaga-lumes e sonhando grandes sonhos com quem você ama.

The Artist KcK

Cantor/compositor/ator britânico com mais de 10 anos de experiência na indústria cinematográfica e musical que agora chega com novidades!

Yair Levi

Yair Levi é um cantor, compositor e produtor musical judeu israelense baseado em Tel Aviv, Israel. A música e a jornada pessoal de Yair o levaram a várias cooperações musicais com os principais músicos de Israel. Nos últimos dois anos, sua jornada o levou através das fronteiras de Israel.

Jake Huffman

Jake viveu uma vida inteira como artista bem antes dos 30 anos. Seu single “Giving it a Try” é uma homenagem a um sonhador indomado que viaja pelo país em uma jovem banda de rock. É o culminar de sua história única e trabalho duro combinado com composições excepcionais e produção fantástica. Jake criou um som que se aprofunda em suas raízes do rock e chega ao que só pode ser descrito como o som dos anos 20. O EP “Adderall & Whiskey” foi produzido e escrito por Jake Huffman, mixado por Andrew Oedel e masterizado por Brian Lucey. Jake finalmente terá a chance de fazer uma turnê com seu novo som ao pegar a estrada em 2022.

William Is

William Is: a nova encarnação do cantor de Chicago, William Steffey. Sua carreira na produção musical começou aos 11 anos, quando recebeu um gravador multipista Tascam 244 como presente de seu pai, um representante de vendas da indústria da música. Em 2021, depois de lançar 16 álbuns no estilo Art Rock, ele fechou o catálogo de mais de 200 músicas de William Steffey com o canto do cisne “Sparkle”.

Infinity Dragon

Infinity Dragon é um produtor, escritor e músico da Filadélfia que está gradualmente deixando sua marca na indústria. Desde os 5 anos de idade, Infinity Dragon seguiu o caminho das artes criativas. Da dança e música ao desenho, Infinity Dragon pode transformar qualquer forma de arte para torná-la sua e se expressar. Infinity Dragon escolheu a vida de músico e, ao fazê-lo, lançou várias obras-primas. Seu estilo musical único e familiar se enquadra no gênero de rock alternativo, pop e eletrônico.

Gone Tomorrow

“Projector Screens” é o novo lançamento da banda inglesa de indie rock Gone Tomorrow. A música tem uma vibe acústica despojada, que é uma abordagem diferente, afastando-se dos riffs de guitarra rosnantes que percorrem a maioria do som da banda. A natureza despojada e o ambiente geral desta faixa combinam com a letra e o humor, e mostram a flexibilidade de estilo e sons que a banda pode alcançar.

MP Grey

Vindo da Alemanha, Martin Polle, o produtor, compositor e cérebro por trás de MP Grey, criou um catálogo expandido de sucessos populares nos últimos dois anos.

Peter Lake

O misterioso cantor estadunidense Peter Lake lança o single “Acorns”:

The Color Study

Scott Oliphant tem muitos grandes pensamentos e ideias em sua cabeça. Seu extenso processo conceitual produz faixas narrativas que falam com seriedade, especialmente dentro das músicas que ele faz como The Color Study. Foi uma tendência que ele começou com a estreia autointitulada do projeto, e é uma que ele continua com seu próximo álbum “Future-Past-Present Tense”.

La Palma

La Palma é uma dupla musical de Chris Walker e Tim Gibbon, com sede em San Francisco e Washington DC, respectivamente. Trabalhando entre duas cidades, a música de La Palma é criada no estilo de correspondência, passando gravações para frente e para trás para construir composições texturizadas que recolhem sons e experiências cotidianas, mergulhadas em psych-pop sonhador e indie folk. Confira a releitura de “Sangue Latino”, do grupo Secos & Molhados:

Jambow Jane

Jambow Jane é uma banda formada por uma família ítalo-brasileira de três irmãos e ambos os pais e mais um amigo. Com mais de 200 concertos em vários locais, a banda orgulha-se de ter sido nomeada “melhor banda italiana de blues” em 2018. Conheça o novo single “Oh yes it is”.

Cadu Pereira

A sexta e penúltima canção do álbum “Vendo o Mundo” é sobre a morte, o acaso e a crença em Deus. “Como Explicar a Vida”, segundo Cadu, é uma canção intensa que tem a morte como tema central. A crença em Deus e o poder do acaso, no que acreditar? O título do álbum é extraído dessa faixa em um verso paradoxal, “vendo o mundo como ele é”, que propõe ao mesmo tempo ver o mundo como um espectador atônito ou vender o mundo como quem quer se desfazer de algo que não lhe serve.

SEMH

A alemã SEMH apresenta o single “Mr. W”. Confira:

Apogeu

A banda brasileira Apogeu lançou o single “Nano Robô”, que mostra o sonho dos integrantes. “Um sonho que cresceu como algo nanoscópico dentro dos corações e que provou que podemos realizar o que quisermos. Neste single da “Nano Robô” deixamos uma sonoridade mais pesada e crua, mostrando uma faceta ousada no arranjo e letra”, conta a banda.

Jocelyn & Chris

Os irmãos estadunidenses Jocelyn & Chris lança o single “So Far to Fly”.

PIB

PIB é um produtor francês (e amante dos animais), também conhecido como o fundador da rede Pet Alert, que ajudou mais de 2,5 milhões de famílias a encontrar seus cães e gatos perdidos na última década. Ele deseja compartilhar suas composições musicais com o público mais amplo, inspirando-se em sua vida cotidiana entre os sóis de Barcelona e Ibiza. PIB está doando a maior parte de seus royalties de streaming para instituições de caridade que apoiam cães e gatos e acabou de enviar um caminhão cheio de 22 toneladas de ração para abrigos de animais de estimação na Ucrânia.

Maduli

Nascida em Palmas (TO), a capital mais jovem do País, Maduli se mudou para Goiânia quando ainda tinha 5 anos e, desde então, mantém um contato vicinal com a música. Aos oito anos, por exemplo, ganhou o primeiro violão do avô materno, que também cantava e tocava. Aos poucos, foi perdendo a vergonha e se apresentava nas rodas de samba da família. Conheça o novo single “Sinal”.

Clarissa Bruns

Em seu novíssimo álbum, “Tua Pele”, Clarissa Bruns nos leva para um lugar de intensidade vibrante e, ao mesmo tempo, de aconchego e delicadeza. Com uma maturidade artística evidente, a cantora tem como referência musical o universo da música brasileira e toda sua diversidade, misturada à contemporaneidade dos caminhos escolhidos para a concepção e o nascimento desse novo trabalho.

Weed Jesus

O rapper estadunidense Weed Jesus lançou recentemente o single “Generation of Danger”.

Felipe Cortez

“Biscoito da Sorte” é uma genuína faixa musical que traz a brasilidade do artista Queer Felipe Cortez de forma original e envolvente. A composição sincera expressa sua espiritualidade e paixão em uma relação amorosa de forma poética e sensual. Um pop regional produzido por um artista do interior de Minas Gerais no Brasil que se orgulha em fazer referências a suas raizes e vivências de forma contemporânea e artística. Felipe Cortez é uma das promessas da nova MPB/Pop do Brasil pra não perder de vista.

Miri Brock

“Nem Responde Mais” é o novo single da Miri Brock, que canta o distanciamento entre duas pessoas ao fim de um relacionamento. “Ela descreve um sentimento comum a muitas mulheres: o de se sentir ‘enrolada’ pelo outro, que some e depois reaparece, naquele joguinho que já estamos todas cansadas de vivenciar. No clima ‘só mais uma vez não vai fazer diferença’, a música também aborda o momento em que sabemos que logo vai passar, que a história de fato já acabou, mas que por algum motivo (uma ótima transa, carência, etc) ainda insistimos em dar uma última chance a quem nem merece”, conta.

%d blogueiros gostam disto: