Caio Cortez lança clipe intimista de novo single “Amor no Ar”

Em um palco de teatro, o cantor e compositor Caio Cortez se apresenta cantando a saudade e sonhando com a amada. Este é o retrato do clipe de “Amor no Ar”, canção recém-lançada pelo artista carioca, que vai ao ar nesta quinta-feira (23), às 18h, no canal do YouTube. Inspirado em produção de Michael Jackson, o trabalho foi gravado no teatro do SESC Quitandinha, em Petrópolis (RJ).

“Eu já tinha a sinopse pronta na minha cabeça e queria, desde o início, fazê-la em um teatro. Também escolhi gravar nesse local por ter uma importância pessoal, com a pessoa para quem eu escrevi a letra da canção. Foi muito especial ter conseguido realizar esse projeto”, conta o cantor e compositor.

A gravação, ainda, conta com a participação da atriz e modelo Giullia Alice e produção/direção de Wallace Ribeiro da Maestro Imagem e Vídeo. “A ideia inicial é a de que estou subindo no palco para me apresentar, mas em determinado momento se percebe que estou sozinho no ambiente e a Giullia aparece como uma lembrança ou sonho, vai da interpretação de cada um”, explica.

INSPIRAÇÃO

Escrita durante o lockdown de 2020, canção que fala de saudade e distância teve inspiração, para seu clipe, em produção do rei do pop. “Essa questão de estar sozinho no teatro foi inspirada pelo clipe de ‘You’re Not Alone’, de Michael Jackson, um artista que me inspira desde que eu era criança”, detalha Caio Cortez.

Mesmo cenário foi base para outras produções, como “Lonely”, do Akon e a canção de mesmo nome de Justin Bieber feat. Benny Blanco. “O clipe neste teatro vazio expressa muito o que a letra traz sobre a saudade, a distância, o estar sozinho e querer estar junto. Mostra essa procura pelo amor de diferentes formas e, como faz referência à pandemia, fala de amor universal”, comenta o artista.

LANÇAMENTOS

Produzida por Iuri SantAnna, “Amor no Ar” é uma balada que continua seguindo a linha mpb/pop dos lançamentos mais recentes de Caio Cortez, mas se une às raízes dos primeiros lançamentos do cantor no álbum “Novo Sonho”. “Assim como essas minhas primeiras músicas, ela se destaca pelos elementos acústicos, o efeito de cordas, percussões, a bateria, o violão, o baixo e uma guitarra levemente distorcida lembrando a minha antiga fase de pop rock, mas nunca perdendo a minha própria identidade”, finaliza Caio Cortez.

%d blogueiros gostam disto: