Jé Santiago e MC Igu lançam videoclipe de “Mercedes&Honda”, que chega com produção cinematográfica

Jé Santiago e MC Igu

Jé Santiago e MC Igu lançam hoje, dia 6, o videoclipe de “Mercedes&Honda”, o mashup número um da trilogia de produções audiovisuais que estão por vir, e que fazem parte do projeto “Hora do Rush”.

Construído com uma forte e direta referência ao clássico blockbuster de 1998 “Rush Hour”, estrelado por Jackie Chan e Chris Tucker, MC Igu e Jé Santiago, que juntos somam milhões de ouvintes mensais nas plataformas digitais, presentearam aos fãs o projeto que foi lançado em junho, com um primeiro EP, contemplado de três faixas que, logo em seguida, completou uma trilogia de produções fonográficas aclamadas pelo público, com direção criativa de Negus, direção executiva de Ed Oliveira e produção musical de Nagalli.

Agora que a trilogia está completa, o projeto “A Hora do Rush” ganha vida em uma produção audiovisual com direção de Mosyah (que já trabalhou com diversos clipes da cena, incluindo nomes como Emicida) e a presença, pra lá de especial de Onnika. O videoclipe “Mercedes&Honda” é um mashup de duas faixas do primeiro volume e a ideia de continuidade entre as músicas retrata a ascensão dos artistas.

A trama de “Rush Hour” traz a improvável amizade de dois policiais de universos diferentes. Os clipes trazem essa essência do filme, direta e indiretamente, brincando com a amizade entre o Jé e Igu, além de buscar locações referenciais como, por exemplo, trechos que foram gravados no bairro da Liberdade, comunidade oriental/asiática em São Paulo.

Para que esses detalhes e referências tenham maior alcance e possam ser ainda mais exploradas, os integrantes têm espalhado frames e spoilers pelas redes sociais, prometendo um prêmio – ainda não revelado – para os fãs que desvendarem todas as pistas. Além disso, a representatividade negra está presente nas produções.

A equipe, que fez parte do projeto das produções audiovisuais, trazendo uma visão cinematográfica nunca antes explorada, foi composta 80% por profissionais pretos, quebrando uma tendência ainda predominante no meio audiovisual, onde os produtores são majoritariamente brancos. Além disso, por conta da covid-19, todos os envolvidos foram testados e todos os protocolos de segurança para evitar aglomerações foram respeitados.

Assista aqui:

%d blogueiros gostam disto: