Aramà faz releitura de mito grego em single “Pandora”, que chega acompanhado de videoclipe

A cantora italiana Aramà lança, dia 28 de maio, o single “Pandora”, que chega com uma mensagem importante nos dias atuais, a busca pela libertação de nossas crenças limitantes. Além disso, a faixa acompanha videoclipe inédito gravado no Brasil.

Com produção musical de Felipe Cordeiro e composição de Marcelo Mira e Aramà, a canção faz uma releitura contemporânea do mito grego da caixa de Pandora e retrata a mensagem de abrir a caixa para retirar os vícios da humanidade e se libertar de crenças limitantes, como racismo, homofobia e machismo. Ao mesmo tempo, a letra incentiva as pessoas a aceitarem seus erros para evoluírem e se tornarem mais fortes ao aprender com o passado.

“Ao contrário do que diz a mitologia, sugiro que você abra a sua caixa e libere os seus talentos, sua individualidade, e tudo de melhor que, somente você, como ser único e especial, tem a mostrar para a humanidade. Muitos gênios foram enterrados sem que seus dons viessem à luz, pois eles tinham medo. Há muitas coisas que só você pode trazer ao mundo, uma bagagem única e especial que só você carrega nesta longa viagem”, explica Aramà.

Para o videoclipe, o cenário escolhido foi o Auditório Ibirapuera, localizado dentro do Parque Ibirapuera, em São Paulo. Arquitetado por Oscar Niemeyer, o local representa a caixa de Pandora, pelo seu formato semelhante. A artista também contou com a participação do dançarino Gustavo Santos.

“Foi uma honra gravar num lugar tão especial que eu considero como minha segunda casa. Optamos por uma performance de dança contemporânea e o Gustavo [Santos] representa essa esperança de um mundo melhor, sem preconceitos”, finaliza.

“Pandora” estará disponível em todas as plataformas digitais via Symphonic: https://sym.ffm.to/pandora.

%d blogueiros gostam disto: