Banda argentina Inmigrantes lança seu novo single “La Melodia de Nelson”

INMIGRANTES_3_Easy-Resize.com

A banda argentina Inmigrantes, formada pelos irmãos Pablo Silberberg e Carlos Silberberg, lança hoje seu mais novo single: “La Melodia de Nelson”. A música foi composta por Pablo e Carlos, produzida por Ettoré Grenci e é distribuída pela Ingrooves Brazil. A faixa é o quarto single lançado este ano pelo duo, e é o mais recente resultado de uma série de faixas gravadas no Soundpark Studios e House Band Recording Studios, na cidade de Los Angeles, sob o selo americano One Little Blue Record. Antes de “La Melodia de Nelson”, a Inmigrantes lançou as faixas “Cenit” (em janeiro), “Propaganda” (em março), “Céu da Luisa” (em junho) – todas disponíveis nas plataformas digitais.

O duo conta como foi o processo de composição da música: “Uma melodia tocava nos curtos sonhos de uma longa temporada de insônia. Como um fantasma, ia embora e voltava. Aparecia e desaparecia. Até que, finalmente, um dia pela manhã surgiu La Melodía de Nelson. Nessa música convivem duas personalidades de uma mesma pessoa. A fusão das duas partes sem deixar cicatrizes no meio era o objetivo principal da gravação. Por um lado, uma melodia nostálgica anestesiada por um cansaço e por outro lado a pressão, a ansiedade e a sensação de não poder sair.”

2020 marca o ano em que a banda argentina volta aos holofotes. Formada em 2004, a banda Inmigrantes lançou seu primeiro álbum em 2007, “Turistas en el Paraiso”, que incluía os singles “Golpe de Suerte” e “Grafitti”, que viria a ser um dos maiores hits do duo e responsável por fazer com que eles ficassem conhecidos não apenas na Argentina, mas também no Brasil, México, Chile, Uruguai, Colômbia, Venezuela e Espanha. “Turistas en el Paraíso” rendeu à banda duas indicações ao MTV Latin American Awards, nas categorias “Melhor Artista Novo” e “Promessa da Música” – em que eles venceram.

O duo ainda lançou dois EP’s (“SurPlus”, de 2013 e “Máquinas de Amor”, de 2017) e teve a oportunidade de fazer três turnês pelo Sul do Brasil em 2015, 2016 e 2018, passando por cidades como Porto Alegre, Santa Maria e Balneário Camboriú.

Pablo e Carlos têm um carinho muito grande pelo país e esperam em breve tocar mais vezes por aqui: “Desde pequenos adoramos a música brasileira, escutávamos os discos de bossa nova e tropicália do meu pai. Em 2015 fomos tocar pela primeira vez e desde então sempre voltamos. Amamos o Brasil, sua cultura, as pessoas e sua energia boa que contagia”, finalizam.

Ouça:

%d blogueiros gostam disto: