Elana Dara se une a Vitor Kley para falar de decepção amorosa em novo single

Foto: Breno da Matta

Ressignificar o amor, entender que decepções amorosas acontecem, que não são o fim do mundo e que sim, é possível falar disso com naturalidade e leveza. Esse é o conceito que Elana Dara quer abordar com seu mais novo single, o sétimo de sua carreira, “amor não eh pra mim”, que conta com a participação especial do cantor Vitor Kley. O lançamento é nesta sexta-feira (10).

No single, que conta com a produção de Pedro Peixoto, os vocais de Elana e Vitor encontram-se de maneira sinérgica, quase que em uma coreografia de dança, tudo bem estipulado e pensado para entregar o melhor dos dois. Seus timbres deliciosamente parecidos, distintos e complementares entregam uma linda balada feita por dois dos principais nomes da música atual, em uma temática que ambos dominam: sentimentos.

A gravação da música foi à distância: Elana no Brasil e Vitor em Portugal, já que ele morava por lá na época. Já a gravação do clipe foi aqui mesmo no Brasil, com os dois juntos. O nascimento da música se deu com uma base de violão que Elana construiu junto de alguns amigos em estúdio. Com isso em mãos, não demorou muito para que ela colocasse uma letra por cima, a qual Elana escreveu em uma velocidade impressionante, sendo necessário apenas metade de um dia.

“Quando a Elana me chamou para participar de ‘amor não eh pra pra mim’ eu logo pensei ‘vamos dar um jeito’. Movemos montanhas para dar certo, eu estava em Portugal e gravei toda a minha parte vocal sozinho, com a Elana e o Pedro, produtor da faixa, em videochamadas. Foi a primeira vez que eu fiz isso e ficou muito massa! Acho que a música é muita verdadeira e a Elana é também uma pessoa muito verdadeira e eu admiro isso nas pessoas, quem é de verdade, que faz ali, com sua essência. É uma honra fazer parte disso. Gravamos também o clipe com um grande amigo meu, o Federico Devito, que ficou incrível! Estou ansioso para a música ser lançada e espero que ela vá muito longe”, comentou Vitor Kley sobre sua participação.

O Caderno Pop bateu um papo com a curitibana sobre o lançamento, a gravação do single, clipe e o primeiro EP que está no forno. Confiram!

Antes de “Aff…” você lançou a “Ninguém dá certo cmg” e agora “amor não eh pra mim”. Duas curiosidades: por que essa escrita de internet? E as duas músicas têm algum tipo de ligação, já que falam de vida amorosa?
As escritas são propositais! É do jeito que a galera escreve na internet mesmo, para gerar mais identificação. Além de conversar com todo o tipo de público, principalmente o mais jovem, que é muito fiel e super engajado!

Sobre a gravação… primeiro rolou a música, feita à distância, e depois o clipe, onde vocês se 2 – encontraram. Por algum momento existia a possibilidade da música sair sem um clipe com os dois juntos, usando apenas imagens de ambos à distância também?
Olha, eles não tem nenhum tipo de ligação proposital. Eu acho que me encontro na mesma situação que estava daquela época para cá, por isso que a temática não mudou, mas ainda acho que tratei de uma maneira bem diferente o tema, mesmo os nomes sendo bem relacionados um com o outro.
Sim, a ideia inicial era fazer eu fazer as primeiras imagens aqui em São Paulo e o Vitor em Portugal. Daí depois pensamos em eu ir para Portugal, hahaha. Mas depois esperamos ele voltar para São Pauo, e aí fizemos o clipe por aqui. A música já tava pronta fazia um tempo, justamente por conta disso, a gente não estava conseguindo data para gravarmos juntos e eu achei que seria bem mais legal se a gente pudesse ter um trabalho visual em conjunto.

No material de divulgação fala um pouco sobre como foi o papo entre você e o Vitor… vocês já se conheciam pessoalmente antes? Já tinham tocado juntos ou algo do tipo?
Pessoalmente, a gente nunca tinha se encontrado. Eu já havia ido em dois shows dele, mas nunca tinha falado com ele de fato. Foi tudo pela internet! Ele viu meus covers das músicas dele, isso ainda lá atrás, começamos a conversar, depois ele viu meu trabalho autoral e assim criamos um pequeno laço. Assim já me senti à vontade para mandar mensagem para ele e desenvolvermos essa música.

Em breve poderemos ouvir o seu primeiro EP! E a gente já tá bem ansioso pra isso. Deve rolar mais alguma música antes do lançamento ou “amor não eh pra mim” fecha a leva de faixas de divulgação prévias?
“amor não eh pra mim” já é a primeira do EP. A gente vai acompanhando como será a resposta do público com essa música, e daí a ideia é lançar mais uma música e em seguida o EP inteiro ou o EP inteiro direto. Vamos ver!

%d blogueiros gostam disto: