Elza Soares comemora 90 anos com lançamentos inéditos

Elza Soares

Uma das maiores cantoras do Brasil, Elza Soares completa 90 anos no próximo mês e os festejos começam dia 26 de junho, próxima sexta-feira, com o lançamento do single “Juízo Final” (Nelson Cavaquinho), pela gravadora Deck. “Como estamos atravessando esse período drástico no Brasil e no mundo, eu quis gravar essa música, que fala do momento em que o bem vence o mal, uma música clara, além de muito bonita. Fizemos um arranjo rock and roll, gostei muito do resultado” – disse Elza.

Nessa gravação ela está acompanhada por uma banda de peso: Pupillo (bateria), Fernando Catatau (guitarra), Guilherme Monteiro (guitarra), Sidão Santos (synth bass), Marcus Ribeiro (cello), Bruno Queiroz (programação, efeitos e intervenções sonoras) e Felipe Ventura (violino e viola), que também assina o arranjo de cordas. “Juízo Final” foi produzida por Rafael Ramos, mixada por Vitor Farias e masterizada pela engenheira de som Idania Valencia no Sterling Sound (EUA).

Em julho Elza Soares lança, também pela Deck, a inédita “Negrão Negra” (Flavio Renegado/ Gabriel Moura), em parceria com Flavio Renegado. “Nesses tempos sombrios, a gente vendo os negros sendo mortos, uma coisa horrível, eu tenho que gritar. Aliás, eu tenho que gritar sempre, e essa música é mais um grito meu” – conta ela.

Além dos lançamentos, o aniversário de Elza será comemorado também no Spotify, que preparou uma experiência digital exclusiva na plataforma com três novas playlists: Elza Soares SambaElza Soares Amor e Elza Soares Protesto, reunindo canções de sua trajetória dos anos 60 até hoje dentro dessas temáticas, uma shelf na homepage da plataforma com todos os álbuns e playlists da cantora disponíveis digitalmente e um selo de 90 anos na já famosa playlist This Is Elza Soares. Dentro das playlists temáticas, haverá pequenas mensagens em áudio da própria cantora explicando a seleção e suas inspirações para gravar essas canções.

O aniversário da Elza Soares é sempre comemorado em várias datas, sendo dia 22 de julho o dia do seu nascimento e 23 de junho a data que consta em seu documento quando foi emancipada. De qualquer forma, a data correta e sua idade é o que menos importa numa trajetória como a dela, que segue artisticamente tão potente e se reinventando a cada novo trabalho. “Em junho faço mais uma primavera, mas não conto quantos anos tenho. Há dias em que nem nasci ainda, estou no ventre, outro dia já nasci, outro dia já acabei de nascer, sei lá. Vou vivendo. Estou vivendo os melhores dias da minha vida. Nunca parei para ver quantos anos eu tenho, não vai ser agora, né? E por favor, nem se preocupe com isso” – finaliza.

%d blogueiros gostam disto: