Entrevista: Marieme e Diarra Sylla falam sobre dueto poderoso em “Catch a Vibe”

As cantoras de origem senegalesa Marieme e Diarra Sylla liberam nesta quarta-feira (29) o videoclipe fruto de sua parceria. “Catch a Vibe” foi lançada no dia 15 e já foi ouvida mais de 40 mil vezes. A faixa se inspira nos sons do afrobeat – ritmo musical que une elementos e sons originados no continente africano – com os tambores sabar, típicos do Senegal. Essa riqueza cultural vem acompanhada de uma música dançante.

As próprias artistas compuseram a canção, junto de Davy Nathan (que já trabalhou com Jessie J, Toni Braxton e Queen Latifah) e do beatmaker Ahmed Mane, nascido no Senegal. A direção fica por conta de Kyle Houck. No vídeo, Merieme e Diarra dançam muito ao som do afrobeat, com cenas filmadas na praia de Santa Monica, com o famoso píer ao fundo – um dos cartões postais de Los Angeles, nos EUA.

O resultado da colaboração agradou as cantoras. “O videoclipe é quente. Eu estou tão animada para isso. Diarra e eu trouxemos conceitos e nós trabalhamos duro para trazer nossas visões de vida. O nosso visual no videoclipe está incrível e acho que capturamos muito bem a essência do momento atual das nossas carreiras e também aonde queremos chegar”, explica Marieme. “As pessoas podem esperar muitas cores, muito ritmo e muita diversão!”, garante Diarra.

Radicada nos Estados Unidos, Marieme une referências do Senegal, onde nasceu, e da cultura negra norte-americana em sua música. Já citou nomes como Whitney Houston, Stevie Wonder, Nina Simone e Bob Marley dentre suas influências musicais. Por sua vez, Diarra Sylla tem origem francesa-senegalesa e ganhou destaque global por fazer parte do supergrupo Now United. Atualmente em carreira solo, a artista não é estranha ao público brasileiro: colaborou com Luísa Sonza e Bruno Martini em “Ain’t Worried”, lançada em 2021.

O Caderno Pop conversou rapidamente com as estrelas sobre o lançamento. Confira:

“Catch a Vibe”, seu dueto com a Marieme, acabou de sair e é um encontro de mulheres poderosas, de origem senegalesa. Vocês já se conheciam há algum tempo? Como foi esse contato, a ideia da gravação da música, do clipe em pontos icônicos da California?

Diarra: Eu não conhecia a Marieme antes da nossa colaboração. Ela me procurou nas redes sociais e foi assim que tudo começou!

“Catch a Vibe” foi lançada há alguns dias, mas só agora chega com o clipe. Queria que você falasse um pouco sobre a produção do vídeo em Santa Monica, um lugar que todo mundo quer conhecer. Por que esse foi um dos lugares escolhidos?

Marieme: Nós escolhemos Santa Monica por causa de seu lindo cenário. Nós não podíamos ir ao Senegal para fazer o vídeo por causa da pandemia e nós crescemos perto de praias, então nós queríamos trazer essa vibe e também mostrar a forma de viver no cais.

Você é de origem senegalesa, mas desde criança mora nos EUA. Sua música tem sido sua voz para falar de problemas sociais e do empoderamento da mulher, assuntos que precisamos falar sempre. Você ter vivenciado uma guerra, ter se mudado da África para os EUA, contribuíram para que isso florescesse em você, na sua vontade e necessidade de cantar esses temas?

Marieme: Sim, com certeza, percebi há um tempo que no centro de todas as questões está o amor, da menor escala à maior. O amor é sempre a conexão, tendo ou não. Quando somos as pessoas que precisamos ser, podemos resolver todos os problemas. Acho que trabalhar no coração das pessoas e mostrar-lhes seu poder para que possam amar a si mesmas e transmitir isso a todos ao seu redor levará a uma revolução que mudará o curso de nossas vidas.

%d blogueiros gostam disto: