Gabriel O Pensador responde ataque contra censura de clipe inédito gravado em cemitério

GABRIEL O PENSADOR

Antes de chegar ao mundo, o clipe de “Patriota Comunista”, nova música de trabalho de Gabriel O Pensador, já vem recebendo tentativas de censura. Pensado para falar sobre as perdas, não apenas devido à Covid-19 no Brasil, mas todos os que morreram no último ano, o vídeo foi gravado em um cemitério crematório em São Paulo.

Segundo o artista, antes mesmo de estrear, o vídeo já vem recebendo várias tentativas de censura. Sendo assim, pode ser que sequer chegue ao mundo, ou tenha o lançamento antecipado para evitar que fique indisponível nas plataformas de vídeos.

“Comecei a carreira sendo censurado e censurando a censura”, diz o artista na publicação. “Venci a hipocrisia e os aproveitadores de plantão mais de uma vez. Tentaram me intimidar com duas notificações hoje e tentativa de censura prévia. Muito barulho mas sem fundamento. O clipe de ‘Patriota Comunista’ foi gravado num cemitério muito criterioso e sério, escolhido justamente porque queríamos retratar com respeito e beleza os temas da letra da música, que incluem o respeito à morte e a vida. Por falar nisso, eu não nasci ontem!”, completa.

“Patriota Comunista” tem lançamento projetado para 21 de julho, e conta com produção do beatmaker Dree e do irmão de Gabriel, Thiago Mocotó. O trap traz ainda uma citação de Fita Amarela de Noel Rosa, nos vocais de Udi Fagundes. É,  ao mesmo tempo, uma crítica veemente e um chamado. Gabriel comenta:

“A música fala do respeito à vida e da banalização à morte. Tem referência ao meu pai, tem referência à outras pessoas que morreram”, adianta Gabriel.

%d blogueiros gostam disto: