Manda estreia o primeiro single “Camomila”

Foto: Pedro Bucher

Quando a gente chama alguém pelo apelido é porque essa pessoa já está pertinho do coração. E se ela é uma cantora, imagina o que a música dela faz com os seus fãs. Manda é o nome dessa cantora que antes de ser cantora é uma exímia violonista, e antes de ser uma exímia violonista é uma compositora de deixar a plateia com a mente fervilhando e repetindo os versos quase que sem poder evitar que eles nos coloquem para cantar. Dona de uma sensibilidade absurda para traduzir de forma muito inteligente e poética as emoções que tomam conta da era que vivemos, a música da Manda tem um papo reto e leve que nos leva para boas reflexões e um sentimento de pertencimento. Não à toa a cantora já chega com uma base de mais 60k de seguidores que trocam ideias sinceras com ela todos os dias no Instagram. Ela é exatamente isso, uma garota de muito boas ideias e uma explosão de felicidade.

E já que tudo nessa história faz sentido, Manda estreia com o primeiro single nesta sexta-feira (4), Camomila, que fala das pressões que os novos tempos impõem. E haja camomila e maracujá para domar a ansiedade de quem vai lançar um álbum pela Sony Music com 8 músicas 100% autorais e já tem muitos outros projetos previstos até novembro. Daqui pra frente ninguém a segura.

Tudo com produção musical e arranjos de Juliano Cortuah, que também tocou percussão, baixo, guitarras e dividiu os violões com a própria Manda. A faixa Camomila conta com bateria de Pedro Mamede, teclados de Johnny Essi e foi masterizada por Felipe Tichauer em Miami.

Recentemente compôs uma música em parceria com Thalita Rebouças para a trilha de um filme (ainda segredo) e a escritora comentou: “Manda não é só uma grande cantora. Ela tem um violão único, preciso, certeiro, como há muito tempo eu não ouço. Estamos falando de uma grande artista que canta suas lindas composições e ainda toca pra caramba. Ouvir a Manda é a certeza de um deleite a cada verso.”

%d blogueiros gostam disto: