Péricles conta sua história de amor e regrava Vitor Kley em novo EP

Pericles_sampa_2020_-1611-2-Edit_Easy-Resize.com
Foto: Bruno Fioravante

O amor continua sendo a grande inspiração de Péricles que segue dando continuidade aos lançamentos do álbum “To Achando Que é Amor”. Nesta sexta-feira, 9 de outubro, o artista disponibilizou em todas as plataformas de streaming e no YouTube o EP 03, com destaque para a faixa “Pobre Destino”, que chega também com uma versão em vídeo. A canção, que fala sobre romances que enfrentam grandes desafios, mas que estão destinados a ter um final feliz, bem que poderia ter sido escrita pelo Péricles, porque ela personifica bem a história dele e Lidiane.

“Escolhi essa música por ela ser o retrato de várias histórias de amor que conheço, inclusive a minha com a Lidiane. Vivemos longe um do outro e conseguimos ficar juntos da maneira que imaginávamos. Desejo que cada um, em seu relacionamento, possa fazer a diferença, assim como fazemos um na vida do outro. E assim seguimos em frente”, declara.

Além da faixa destaque, o EP conta com as canções “Se É Pra Ser Assim” e “Pupila”, esta última, uma das duas regravações presentes no projeto. “A nossa ideia é sempre incluir no repertório uma regravação inusitada. ‘Pupila’, do Vitor Kley, é maravilhosa e atualíssima. Essa foi uma forma que encontramos de fazer um carinho no coração dos nossos fãs que gostariam muito de ouvir essa música na minha voz. Espero que o cantor e os compositores gostem também”.

A divulgação dos dois primeiros EP´s, em agosto e setembro, respectivamente, foi um sucesso. Inédito, o álbum “To Achando Que É Amor” contará com 17 faixas que serão divulgadas em cinco etapas até o final do ano. Em cada lançamento, a música de destaque virá com um videoclipe, algo que Péricles não produzia há quatro anos. Tanto a gravação do projeto, quanto a produção dos clipes tiveram que ser adaptadas para atender as normas da Organização Mundial da Saúde.

Ouça:

%d blogueiros gostam disto: