RDN: conheça a nova aposta do samba e pagode

RDN – Reis da Noite surge do sonho de seis amigos, que queriam levar o gosto deles e paixão pela música pela vida toda, como forma de trabalho. Formado no Rio de Janeiro e por cariocas, o grupo reúne seis integrantes: Rhuan André (voz e banjo), Rogério Barros (repique de mão), Bruno Mayor (cavaco), Diego Douglas (violão), Marreta (pandeiro) e Sandrinho Oliveira (tantan).

Sandrinho, Rogério e Marreta são primos e, desde a infância, sempre foram amigos de Bruno Mayor. Diego e Rhuan André se juntaram ao time tempos depois. Antes de o RDN ser uma realidade, cada um deles, de alguma forma, já trabalhava com música separadamente. Um belo dia, resolveram se juntar e criar o RDN para tocar em casas menores – com público de 300 a mil pessoas – muitas vezes, esse desejo foi expresso para audiências muito maiores que as sonhadas mil pessoas.

Ainda com a formação de quinteto, sem a adição do vocalista e compositor Rhuan André ao projeto, depois de rodar as ruas alguns anos com shows de impacto, o RDN foi contratado pelo escritório do Leandro Sapucahy. Após algumas conversas, sintonia e conexão, Rhuan André entrou pro time, formando o sexteto para a gravação do projeto “RDN & Amigos” e consolidando, assim, o grupo como RDN – Reis da Noite.

A nova fase do projeto também foi marcada pela assinatura de contrato com a Warner Music Brasil – que ficou responsável pela distribuição do “RDN & Amigos”, primeiro de muitos desta parceria.

Autodidatas e aprimorando constantemente os talentos por meio de estudos focados, os integrantes do RDN são responsáveis por assinar as composições da maior parte do próprio trabalho, além de serem responsáveis por letras que são sucessos nas vozes de grandes nomes do cenário do samba e pagode nacional, como “Eu Sou Feliz Assim” (Ferrugem) e “Elas Estão No Controle” (Xande de Pilares) – trabalhos de Rhuan André. Além disso, eles têm músicas gravadas com Thiaguinho (Diego Douglas), Péricles, Diogo Nogueira, Mumuzinho e outros.

Entre as grandes influências, o grupo cita, pela sonoridade, identidade musical, postura artística, gestão de carreira e legado, Alexandre Pires, Fundo de Quintal, Revelação, Exaltasamba, Zeca Pagodinho e os internacionais Michael Jackson, Bruno Mars, Stevie Wonder e The Beatles com fontes de inspiração.

Quando perguntados sobre parceria musical, Djavan e Alexandre Pires – pelo o que eles simbolizam para a música do grupo – são os primeiros citados. Mas, eles garantem que são vários nomes que poderiam contribuir para a nova sonoridade que estão trazendo para esta nova fase, que inclui L7nnon e Anitta.

%d blogueiros gostam disto: