Luan Santana comemora doações ao projeto “O Pantanal Chama”

Luan Santana Créditos Will Aleixo (1)
Foto: Will Aleixo

Por conta da devastação do Pantanal por diversas queimadas, o cantor e compositor Luan Santana realizou o Movimento “O Pantanal Chama”, que entre tantas ações contou com um show com transmissão ao vivo, no final de 2020. A live #OPantanalChama foi realizada ao vivo no Instagram da National Geographic e também no canal do YouTube do cantor. O intuito da live era reverter o valor de arrecadação para ações emergenciais e preventivas e assim ajudar a área que foi consumida pelas queimadas. Quatro meses depois, a live continua rendendo frutos e, desta vez, a brigada de incêndio na Serra do Amolar, Pantanal de Corumbá, recebeu na última quarta feira (10) mais três caminhões-pipa, bem como todos os equipamentos que foram comprados para combate aos incêndios da região.

Na próxima semana, novas entregas serão realizadas na região do Jatobazinho. Estima-se que quatro toneladas de alimentos, doados pela Pic Me e Vitarella, serão entregues a escola e instituições de apoio às comunidades de Corumbá, MS. E a corrente do bem não para por aí: As doações seguirão para escolas ribeirinha e depois para a Serra do Amolar, no rio Paraguai, bem como na entrega de mais três tanques pipa ao IHP (Instituto do Homem Pantaneiro) para combate aos incêndios florestais.

Durante apresentação no “Domingão do Faustão”, Luan Santana fez uma alerta sobre o setor de entretenimento e emocionou plateia virtual, telespectadores e também o casal do “Ding Dong”, formado por Taís Araújo e Lázaro Ramos. “Eu tenho certeza absoluta de que a humanidade nunca precisou tanto de amor como neste momento. Por mais que a gente esteja cansado, por mais que tudo pareça nebuloso e escuro na nossa cabeça, a arte, a música, sempre vai nos trazer luz, por isso, olhe para as pessoas do nosso entretenimento brasileiro. E que a arte, é através da música, que Deus consegue falar com a gente, Deus está falando assim nesse momento: ‘O amor vai vencer!’. E a gente tem de acreditar nisso.: que depois da tempestade, o sol nasce muito mais forte.” afirma Luan.

%d blogueiros gostam disto: