Revelação do R&B, Maggioli lança primeiro single autoral “Após”

Maggi - foto Túlio Vidal_Easy-Resize.com
Foto: Túlio Vidal

A cantora e compositora Maggi, de apenas 22 anos, divulgou seu primeiro single inédito, “Após”, em todos aplicativos de música com direito a clipe romântico e íntimo.

Maggioli dá o pontapé em sua carreira musical com muita atitude e uma voz doce que conquista ao mesmo tempo que impacta pela potência. “Após” é o início de sua identidade musical com letra romântica e melodia inspirada no R&B clássico dos Estados Unidos, muitas vezes representados nos cantos da Igreja onde teve sua primeira experiência na música.

“A letra eu fiz no meio de um relacionamento, estava inspirada e me peguei escrevendo sobre isso, sobre o que estava sentindo. Pela força que eu acredito que a letra tenha, Após é simples, não é construída dentro de uma superprodução melódica com vários elementos, o que também é um diferencial do som que vem sendo produzido no mercado hoje, sabe? A proposta foi que a música fosse simples, mas sem deixar de ser eficiente no seu papel de atingir as pessoas”, conta Maggi, como já foi apelidada.

O clipe engloba perfeitamente esse conceito minimalista. O jogo de câmeras mostra a cantora descobrindo o amor de forma pura e natural, tão natural que seu par romântico é seu próprio namorado, combinação que garante beijos apaixonados e verdadeiros.

Além de “Após”, Maggi já disponibilizou em suas redes e canal do Youtube covers de grandes sucessos que vem chamando atenção. Sua versão de “Imensidão” já chamou atenção de Camila Zasoul, assim como a releitura de “Desculpa os Áudios” chegou até Kynnie. A cantora também já disponibilizou “If I Ain’t Got You” de Alicia Keys. Os covers fazem parte da Série R&B Women, um projeto para homenagear algumas (porque são muitas) cantoras e artistas que para Maggi são fundamentais no gênero e que carregam a cena adiante.

Nasceu Amanda, mas floresceu Maggi. Essa é a melhor forma de descrever a artista forte, doce, imponente e delicada que é Maggioli. O início de seu contato com a música é bem comum: a igreja. Amanda se apaixonou pelas levadas de Soul, Blues, Jazz, R&B, Neo-Soul- gêneros que embasaram o gospel norte americano-, mas foi Maggioli que fez dessas referências uma sonoridade única.

Com apenas 13 anos, a paulistana já mostrou seu talento com violão. De lá para cá foi uma verdadeira autodidata, entendeu seus alcances vocais, seus tons confortáveis e a melhor forma de dar vida e voz às canções que escreve. Seu estilo musical? Não resta dúvidas, ela veio tomar seu lugar no R&B brasileiro que, apesar de estar se desenvolvendo, ainda sente carência de uma representante. Tendo como referência as grandes divas como Alicia Keys, Beyoncé, Mariah Carey, Maggi tem muita voz, emoção e atitude para mostrar nas canções e palcos.

Agora, a jovem mulher Amanda, de apenas 22 anos, dá lugar de vez para Maggioli e se prepara para iniciar verdadeiramente a sua carreira na música. Com três lançamentos programados para abril, junho e julho a artista promete mostrar seu talento e influência para se tornar um dos maiores nomes da música brasileira.

%d blogueiros gostam disto: